1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Preencha seus dados e conheça seu Santo protetor

  • / /


Santos Anacleto e Marcelino

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

 Santo Anacleto teve um destino singular: desdobrado em duas pessoas distintas. Cleto e Anacleto, havia duas festas no Martirológio Romano, respectivamente a 26 de abril e 13 de julho. O engano, que passou também pelo célebre cuidadoso Barônio, parece ter sido de um copista que teria visto abreviado em alguma lista dos papas o nome de Anacleto por Cleto, julgou dever reinserir o nome apagado de Anacleto sem excluir a abreviação. Braseando-se nos estudos do Duchesne, a orientação é que Anacleto e Cleto são uma só pessoa: por isso a Congregação dos Ritos em 1960 aboliu a festa de 13 de julho, deixando só a de 26 de abril.Mais severos ainda foram os compiladores do novo calendário: ´A memória dos santos Cleto e Martelino, introduzida no Calendário romano no século XIII, está cancelada. Ignora-se o dia da deposição de são Clero, que não parece tenha sido mártir; igualmente discutida é a deposição de são Marcelino, que morreu no ano 304, quando a perseguição de Diocleciano estava no auge do seu rigor.´ Embora não tenha sido mártir, Anacleto, de origem ateniense, foi papa de 79 a 90, tornou-se benemérito por ter edificado uma memória, isto é, um sepulcro, a São Pedro, junto ao qual ele mesmo foi sepultado.O caso de são Marcelino é exatamente o contrário, pois tentaram fazer dele e de são Marcelo uma única pessoa. Sobre são Marcelo já falamos no dia 16 de janeiro. O Martirológio Romano lembra de são Marcelino, além de 26 de abril também em 25 de outubro, comemorando ´o natal de são Marcelino, papa e mártir, o qual sob Maximiano, juntamente com Cláudio, Cirino e Antonino, pela fé em Cristo foi decapitado...´Na realidade, parece que está fora de dúvida que a qualificação do martírio foi reconhecida a são Marcelino por finalidade apologéticas: no século V difundia-se uma lenda de origem donástica que caluniava a sua memória, dizendo que ele teria cedido à perseguição, ´entregando´ os livros sagrados, e tinha sido por isso um ´traidor´. Já santo Agostinho havia reagido contra a calúnia, mas como as fofocas continuavam, com um recurso que está bem longe da nossa sensibilidade moderna, mas que não era perfeitamente compreensível, admitiu-se a ´queda de são Marcelino, que depois teria se redimido, enfrentando o martírio: efeitos da opinião pública! Nada mais sabemos ao certo nem de sua morte, nem de sua vida, senão que foi sabermos ao certo nem de sua morte, nem de sua vida, senão que foi papa entre 296 e 304-305 e foi sepultado no cemitério de Priscila, perto do mártir Crescêncio.


  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut





Veja Mais