1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Estresse: três dicas simples para diminuir e gerenciar a tensão

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

*Sandra Rosenfeld

 

 

Estamos vivendo um momento jamais imaginado. De uma hora para outra, vemos nossa vida e nossos hábitos totalmente modificados. Estamos tentando, sim, a palavra é tentar, protegermo-nos de algo que sabemos não ter proteção total, por mais que fiquemos reclusos em casa, utilizemos máscaras e sejamos atentos para lavar as mãos ou usar álcool em gel "trocentas"vezes por dia.

 

É realmente uma situação inusitada. Muito inusitada e, por isso mesmo, tensa. Temos uma necessidade de segurança e controle. Mesmo que isso seja uma ideia falsa, porque não há e nunca houve a possibilidade dessa segurança e controle que acreditamos ter. Mas o fato é que agora isso foi jogado no nosso colo, estamos inseguros e mal controlamos a nós mesmos.

 

Para completar, veio a quarentena nos mantendo em casa não por escolha, mas por imposição, mesmo que esta seja necessária, é uma imposição. E quem gosta de imposição? A maioria de nós está precisando se reinventar. É necessário conseguir espaço e calma para trabalhar em casa, conhecida como home office, fazer ou dividir as tarefas domésticas, dar atenção às crianças com toda aquela energia característica delas; muitas vezes, temos pais idosos morando conosco ou ainda há aqueles que estão sós, afastados das pessoas que amam. Muitos, como eu, por exemplo, estão atendendo on-line, ainda bem que temos essa tecnologia a nosso favor, mas, para alguns, isso é uma novidade à qual não conseguem se adaptar…ainda.

 

Há também as realidades que podem provocar consequências inesperadas. Conviver o dia todo com a família pode ser interessante e até divertido no início, mas com certeza não é tarefa fácil. Manter-se recluso sozinho ou mesmo se vendo “obrigado” a sair para trabalhar se expondo mais ao vírus… tudo toma proporções maiores pelas incertezas presentes e futuras na saúde, finanças e economia.

 

Claro que muitos de nós acabam somatizando tudo isso, tendo crises de ansiedade, depressão, irritabilidade, enxaqueca, problemas para dormir, pressão arterial alta, etc. etc. etc.

 

O que fazer então para manter o máximo possível de equilíbrio mental e emocional durante esse tempo?

 

Aqui vou me permitir a dar algumas dicas que podem ajudar muito.

 

A primeira e mais importante de todas é aceitar a situação. Não adianta ficar se digladiando com o que não podemos fazer diferentemente. Isso só gera ansiedade e estresse. E nós só podemos lidar e encontrar soluções para enfrentar aquilo que aceitamos. Então, respira fundo e aceita, porque assim você consegue abrir espaço para novas ideias e respostas.

 

A segunda dica é se permitir um tempo só seu. Um tempo para você se conectar consigo mesmo, relaxar e trazer à tona o que você tem de melhor. Há várias ferramentas para isso, meditação, exercícios de relaxamento, ioga, alongamento, oração, palestras que elevem o nosso sentido e a nossa espiritualidade, que não necessariamente têm que ver com religião.

 

A terceira e última dica é escolher de que forma olhar para o que está acontecendo. Podemos olhar apenas como um grande problema ou como um grande desafio do qual podemos sair mais fortalecidos, mais humanos, mais criativos… dependendo de como decidimos transitar por tudo isso e quais ferramentas vamos usar a nosso favor…

 

Este momento jamais imaginado pode trazer com ele um raro despertar. Pense nisso!

 

* Sandra Rosenfeld

Escritora, Palestrante, Instrutora de Meditação e Executive & Personal Coach. Autora dos livros “Durma Bem e Acorde para a Vida” e “O que é Meditação”, ed. Nova Era/Record.

contato@sandrarosenfeld.com.br

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário