1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Emagrecer: 5 dicas para uma dieta saudável

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Saiba da importância de uma dieta equilibrada

Nutricionista revela cinco dicas importantes para quem deseja mudar os hábitos alimentares

Saber exatamente o que, quando e como comer pode ser uma missão delicada na vida de quem opta por fazer dieta. Independentemente do motivo, estético ou provocado por algum problema de saúde, é preciso estar atento a essas questões, antes de decidir por eliminar ou incluir alguns alimentos em sua rotina. A nutricionista clínica do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos (SP), Carla Nordi Dovigo, orienta para os cuidados. ?Comer de todos os grupos é importante, pois cada grupo alimentar fornece nutrientes específicos que, quando em falta, geram desequilíbrios no nosso organismo.?

Nesse caso, segundo a especialista, alguns exemplos são: o grupo das carnes e lácteos que fornecem mais proteínas; o grupo das frutas e vegetais que fornecem mais vitaminas, minerais e fibras; e o grupo dos pães e cereais que fornecem mais carboidratos e geram energia. ?Como precisamos de todos estes nutrientes, uma dieta diversificada se faz necessária.? Se a opção for fazer jejum, o indivíduo precisa tomar cuidado: ?Quando pulamos as refeições e ficamos em jejum, nossa glicose ? o açúcar do sangue ? diminui, aumentando nossa sensação de fome e consequentemente aumentando a quantidade de alimento ingerida na próxima refeição, levando ao ganho de peso.?

 

Confira essas e outras dicas relacionadas pela nutricionista clínica do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos (SP), Carla Nordi Dovigo:

 

Mantenha uma dieta diversificada, incluindo todos os tipos de alimentos. Quando excluímos um grupo alimentar da nossa dieta, essa pode se tornar extremamente monótona, podendo levar à desistência da dieta;

 

Alimente-se a cada três horas. Horários fixos e fracionados, a cada três horas, são importantes, pois nos ajudam a manter um metabolismo mais acelerado, contribuindo também para evitar picos exagerados de fome e, consequentemente, para diminuirmos a quantidade de alimento consumido;

 

Coma devagar. É cientificamente comprovado que o nosso cérebro demora de 15 a 20 minutos para processar a informação de estarmos nos alimentando. Se comermos rápido demais, essa informação chegará somente após já termos consumido muito além do que precisamos para nos sentirmos satisfeitos;

 

Não faça jejum. Quando fazemos jejum, o corpo cria mecanismos para continuar funcionando e, para isso, passa a queimar nossas reservas para produção de energia. No entanto, o jejum de curto prazo acaba utilizando nossos músculos como reserva, e não nossa gordura corporal. Consequentemente, nós perdemos músculos e não gordura; 

 

Seja persistente. A persistência na dieta a longo prazo é imprescindível para que nós possamos ver os resultados esperados. Vendo esses resultados, ficaremos ainda mais motivados a dar continuidade a este processo de emagrecimento.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário