1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Crescer no Emprego: Carta a um jovem (e imaturo) profissional

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Por Alexandre Prates*

 

Hoje fui despertado com uma notícia muito triste eque me motivou a escrever essa carta. Um rapaz de 25 anos pediu demissão de uma empresa por não estar suportando a grande pressão e a quantidade de trabalho. Ele não era meu funcionário, eu nem o conhecia, mas ainda assim essa decisão mexeu comigo.

 

Permita-me explicar o motivo do meu incômodo. Com 25 anos, é muito cedo para falar sobre “grande pressão”, afinal, é o momento de entregar o máximo em sua carreira, de crescer, de aprender, de se destacar.  No entanto, 25 anos é um pouco tarde para esse tipo de atitude, o tempo está passando. Com quantos anos você deseja assumir a responsabilidade? Quanto tempo você acredita que a vida vai esperar você amadurecer? Eu respondo: não vai! A vida vai continuar lhe provocando, queira você ou não. E, a cada desafio que você não encara, é uma oportunidade que você perde. E muitas oportunidades são únicas navida.

 

Você já deve ter notado que estamos vivendo um déficit educacional em nosso País –da educação básica à universidade – e, a cada dia, encontrar um profissional qualificado é mais difícil. Mas esse não é o maior problema, pois as empresas estão dispostas a investir tempo, dinheiro e energia na sua capacitação. A questão que está tirando o sono de todo mundo é a precariedade de profissionais com desejo de aprender, de se dedicar, de se envolver com um projeto. E o que isso quer dizer? Pense um pouco. Quando tem um monte de gente ruim no mercado, o que isso mostra? Um mundo cheio de oportunidades.Nunca houve tanto espaço para se destacar. E nem precisa ser brilhante, basta ser comprometido e ter muita sede de aprendizado.

 

Sei que tem muitas empresas que ainda operam em um modelo de gestão precário, antigo, fracassado, mas pare de usar isso como desculpa. Nunca trabalhe por uma empresa, trabalhe pela sua carreira. Se a empresa não te valoriza, entregue resultados mesmo assim. Esqueça a empesa, valorize o seu currículo e fortaleçao seu maior patrimônio – a sua reputação.

 

Faça uma reflexão: se nenhuma empresa te valoriza, onde está o erro? Você é azarado ou não está fazendo a sua parte? Pare de sentir pena de você mesmo. Pare de acreditar na sua mãe quando ela diz que você estava certo em pedir demissão. Para de se iludir com os colegas fracassados que dizem que não adianta se dedicar,pois a empresa não valoriza. A responsabilidadeé sua! Somente sua!

 

E se você está pensando em abrir o seu próprio negócio, o sonho de muitos jovens brasileiros, cuidado! Geralmente se você não suporta a pressão do seu chefe, provavelmente não suportará as exigências dos seus clientes. Não é o cenário que precisa mudar, é o seu comportamento.

 

E guarde uma coisa que vou lhe dizer: o mercado não vai ser generoso com você, a não ser que você seja generoso consigo mesmo. Estude,prepara-se, aprenda, contribua, desafie-se, comprometa-se,dedique-se, enfim, assuma a responsabilidade.

 

Você deve estar pensando que estou querendo transmitir a minha longa experiência e lições impressas em meus cabelos brancos. Sim,eu tenho uma boa experiência: fui office boy, auxiliar administrativo, professor, coordenador pedagógico,executivo e hoje sou empresário, coach, palestrante,escritor e dedico a minha vida a desenvolver pessoas. Mas deixe-me esclarecer uma coisa: tenho apenas 32 anos,completo 33 esse ano. E, 18 anos depois do meu primeiro registro profissional, orgulho-me da minhatrajetória. Aos 25, eu já aguentava muita pressão e devo a minha carreira a essa capacidade de não desistir.

 

Eu desejo que você amadureça e torne-se oprofissional que o mercado precisa: ousado, engajado,competente. Não vou lhe desejar sucesso, poisé consequência do que lhe desejei anteriormente. E, se me permite, só quero lhe dar mais uma dica: comece imediatamente. O tempo passa e passa muito rápido.

 

* Autor: Alexandre Prates éespecialista em liderança, desenvolvimento humano eperformance organizacional. É também MasterCoach, palestrante, sócio-fundador do ICA (Institutode Coaching Aplicado) e sócio do Grupo Alquimia,consultoria especializada em franquias. 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário