1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Signo do Mês: Sol em Virgem, por Titi Vidal

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Signo do Mês: Virgem

Virgem é signo de terra, mutável, regido por Mercúrio.

 

É o signo do discernimento, da busca por perfeição, da análise e do detalhe. Virginianos são pessoas realistas e sua motivação básica é a síntese, no sentido de juntar coisas diferentes, de otimizar e compartilhar, sejam coisas, ideias ou aspectos da vida.

 

Assim como gêmeos, virgem é regido por Mercúrio. A diferença básica em termos de busca de conhecimento é que gêmeos quer saber tudo e virgem quer saber apenas aquilo que interessa. Apesar da curiosidade, para virginianos apenas interessa aquilo que é útil, o que pode ser posto em prática e que serve para alguma coisa. Ou seja, apenas o que tem uma utilidade ou finalidade prática.

 

Isso porque virgem é voltado para a realidade prática, concreta. Por isso muitos virginianos são dedicados demais ao trabalho e às responsabilidades, deixando muitas vezes de lado sua vida pessoal.

 

Livros e conhecimento são importantes para virginianos, que em geral gostam muito de ler e aprender mais sobre os assuntos de seu interesse.

 

Uma característica marcante dos viriginianos é o desejo de servir. Sentem a necessidade de ser útil o tempo todo. E como são práticos e rápidos, são pessoas extremamente eficientes, capazes de dar conta de muita coisa em pouco tempo e sempre com bons resultados. Especialmente porque se um virginiano se compromete a fazer alguma coisa, fará o seu melhor, com método, responsabilidade e eficiência, sempre em busca de bons resultados, ou melhor, em busca de resultados perfeitos.

 

Por isso são excelentes funcionários, nem sempre se importando em ter altos cargos. Pelo contrário, em geral virginianos preferem cuidar do trabalho do dia a dia, sem tanta ambição por status ou poder, já que o seu interesse é fazer bem feito o que precisa fazer, ter bons resultados e trabalhar, independente do nome que tenha sua função.

 

Tanto que buscam reconhecimento pelo que fazem e não por si mesmos.

 

Além disso, virginianos precisam de segurança e por isso sempre vão escolher empregos mais seguros e estáveis, sem tantos riscos. E isso também vale para as demais áreas de sua vida.

 

Virginianos são detalhistas e precisam tomar cuidado para não perder o sentido do todo. Prestam atenção em cada detalhe, em cada parte, em cada pedaço.

 

Virginianos tendem a ser tímidos, reservados, sutis, muitas vezes um pouco quietos. Observam primeiro, pois precisam saber onde estão pisando antes de se mostrar por inteiro. Aliás, virginianos vão sempre se mostrando e se abrindo aos poucos, com reserva, planejamento e organização.

 

Os virginianos querem saber como as coisas e as pessoas funcionam. Por isso são interessados pelos processos, pela forma, pelo funcionamento de tudo que faz parte de sua vida. E tudo nos mínimos detalhes.

 

Virginianos, portanto, são bons especialistas, pois além de tudo isso, quando se interessam por alguma coisa, investigam aquilo nos mínimos detalhes, com muita profundidade. São bons investigadores, detetives e pesquisadores. Até porque sua personalidade é mesmo investigativa e são muito eficientes, perfeccionistas e intelectualmente organizados e sistemáticos.

 

Podem ser pessoas obsessivas, especialmente por sua busca por ordem e limpeza, seja física, mental ou emocional.

 

Em geral os virginianos controlam suas emoções, especialmente as negativas, demonstrando apenas se sentem segurança suficiente para isso e desde que isso não crie problemas. Aliás, virginianos querem sempre resolver as coisas, detestam problemas, dramas e crises.

 

Mas apesar da fama de organizados, muitos virginianos não são tão organizados assim, pois no fundo o excesso de organização externa pode refletir a desorganização interna. Por isso quanto mais em dia com suas emoções e conteúdos interiores, menos organizados precisam ser em seu dia a dia.

 

De qualquer forma, um mínimo de ordem, arrumação e rotina sempre estarão presentes na vida de um virginiano.

 

A sensibilidade emocional, a desordem, o romantismo, a imaginação, muitas vezes ficam ocultos, porque os virginianos só mostram isso tudo para quem é de muita confiança.

 

Confiança, aliás, é algo muito importante para os virginianos, que quando perdem a confiança em alguém, isso é definitivo.

 

Virginianos lutam muito com o próprio caos, pois só assim podem tolerar as incertezas da vida, já que por eles tudo seria sempre planejado e certo. Sua aparente dureza e frieza também são apenas uma máscara que o protege das incertezas e inseguranças do mundo. Porque no fundo gostam e precisam de amor, de carinho, têm bom gosto e sensibilidade, mas não gostam de perder o controle nem de demonstrar demais aquilo que sentem.

 

Como sempre se esforçam para tudo e dão o seu melhor quando estão em uma determinada situação, esperam isso das pessoas também e por isso muitas vezes são críticos demais com os outros. E quanto mais gostam de alguém, mais criticam essa pessoa, porque enxergam o melhor nos outros e querem que o outro manifeste seu melhor, sempre. Por isso, muitas vezes a crítica vinda de um virginiano é, no fundo, uma prova de amor, mas mesmo assim podem passar por pessoas críticas e exigentes demais.

 

Dificilmente virginianos dizem não, pois precisam sentir que fazem algo pelas pessoas, especialmente por quem gostam, que são úteis, que podem ajudar. É o signo mais prestativo do zodíaco.

 

Quem tiver a sorte de conhecer um virginiano na intimidade, verá, ao contrário da aparência fria e analítica, uma pessoa romântica e sentimental.

 

São pessoas que planejam as coisas, que vivem o dia a dia mas pensam no futuro.

 

São pessoas generosas, que compartilham o que sabem com muita eficiência, sempre aplicando e demonstrando na prática as coisas.

 

Aliás, quem quer mostrar ou contar qualquer coisa para um virginiano, o melhor caminho é colocar em prática, pois para um virginiano mais valem os fatos e as atitudes que as palavras. Mas palavra é coisa muito séria para um virginiano. Se prometeu, vai cumprir, e espera isso das outras pessoas.

 

Virginianos gostam de regras e precisam de algumas delas. E de rotina. Pelo menos um mínimo de rotina, que vai deixá-los mais seguros e estáveis. A rotina dá estrutura na vida e em qualquer assunto de um virginiano.

 

No amor, aparentemente são frios e pouco românticos, exigentes demais com quem amam. Mas por dentro possuem sensibilidade e paixão, além da sensualidade natural dos signos de terra.

 

Por isso, quando liberam sua sensibilidade, virginianos tornam-se pessoas sensíveis, capazes de satisfazer as necessidades afetivas e sexuais de seus parceiros. E as suas próprias, já que no fundo são pessoas cheias de desejos, sempre em busca do amor e do prazer mais perfeitos.

 

Mas não é fácil para um virginiano assumir uma paixão, nem para si próprio. Por isso vão demonstrando tudo bem devagar, com cautela e cuidado para não se machucar demais.

 

Um relacionamento para um virginiano não pode ser baseado em aparências. Precisa ter troca, ser profundo, ter sexo, carinho e troca intelectual. Precisam de um tempo para entender suas emoções e se entregar por inteiro.

 

E como são realistas e têm os pés no chão, às vezes podem preferir uma relação mais segura à uma louca paixão.

 

Virginianos podem ser intensos na intimidade, mas detestam demonstrações públicas de amor, afeto e carinho. Também detestam drama, emotividade ou controle demais.

 

E esperam demonstrações claras e concretas dos sentimentos do  seu amor.

 

São pessoas muito auto críticas e devem tomar cuidado com essa busca excessiva por perfeição em tudo e em todos. Especialmente em seus relacionamentos, pois caso contrário estão sempre exigindo coisas de seus parceiros. E também no trabalho, especialmente para que não percam tempo demais cuidando das obrigações, já que a vida pessoal, a rotina e o amor também são de extrema importância na vida de um virginiano.

 

Virginianos estão sempre fazendo alguma coisa, até para descansar, em geral fazem isso em atividade, mesmo que seja fazendo algo mais leve e divertido, mas sempre em movimento.

 

Até porque sentem-se mal quando não fazem alguma coisa, é bom lembrar que querem sempre ser úteis. Só que nisso há um risco de sobrecarga e de uma rotina cheia demais.

 

E isso pode prejudicar a saúde, outra parte sensível dos virginianos, que são os reis da somatização. Ficam doentes sempre que as coisas não saem como desejam ou fogem de seu controle, ou quando estão sobrecarregados demais, pois em geral não conseguem dizer não e vão acumulando coisas demais.

 

Mas também em geral virginianos se interessam por saúde, alimentação e cuidados e por isso sabem muito bem como cuidar de si mesmos e dos outros. Não raro, virginianos se envolvem com alguma atividade na área da saúde.

 

Virginianos são justos, gostam das coisas certas, cada coisa e cada pessoa no seu devido lugar.

 

O contato com a natureza faz muito bem aos virginianos, que precisam de calma, segurança e bem estar. Podem ter dom para cura e para a arte e muitas vezes possuem habilidades manuais.

 

São pessoas inteligentes e detalhistas, perspicazes e eficientes, delicados, sensíveis, que desejam se melhorar sempre, pois enxergam em si e nos outros a capacidade de fazer o melhor, a possibilidade de encontrar a perfeição e a beleza em tudo.

 

* Lembrando que sempre somos todo nosso mapa astrológico e não apenas o signo solar e que estas características também estão presentes em quem tem Ascendente, Lua ou outros planetas em Virgem.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário