1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Colesterol: Saiba como Fitoesteróis ajudam no controle

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Alimentação balanceada, hábitos saudáveis e fitoesteróis são grandes aliados no controle do colesterol

Taxas de colesterol elevadas são consideradas uma das principais causas de infarto agudo do miocárdio, de acordo com dados do Ministério da Saúde1. O Dia Nacional de Combate ao Colesterol, celebrado em 8 de agosto, tem como objetivo alertar a população sobre esse importante fator de risco para as doenças cardiovasculares, que são as que mais matam no país. Adotar hábitos saudáveis, com alimentação balanceada e prática de exercícios, é fundamental para manter a saúde do coração.

 

Para quem se preocupa em reduzir e controlar os níveis de colesterol, o uso de fitoesterol pode fazer parte da rotina. Estudos mostram que o seu consumo diário pode auxiliar na redução das concentrações de LDL-C (colesterol ruim) em até 10%2. O fitoesterol é comumente encontrado em sementes oleaginosas, laranja, tomate, cenoura, maçã e pão integral, entre outros. Porém, consumir estes alimentos na quantidade necessária para obter o benefício pode não ser uma tarefa fácil.

 

A Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF)3, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, comprovou que o consumo de frutas, verduras e legumes é de um terço da quantidade recomendada. 

 

Como explica o professor associado de Cardiologia da Faculdade de Medicina da USP e diretor da unidade de Lípides do Instituto do Coração (Incor), Raul Dias dos Santos Filho, apesar de estar presente em diversos alimentos de origem vegetal do dia a dia do brasileiro, o consumo de fitoesterol na quantidade necessária para a obtenção desse benefício pode ser bastante difícil. O cardiologista destaca que um estudo na cidade de São Paulo mostrou que o consumo médio dos paulistanos é de 100 a 200 mg/dia. "É impraticável consumir quase 40 laranjas por dia para obter 1 grama de fitoesterol, por exemplo", explica. "A suplementação pode ser um procedimento a mais e é recomendada por diretrizes internacionais", completa.

 

Santos confirma que o fitoesterol é um alimento funcional aprovado pelas diversas agências regulatórias como suplemento para o controle do colesterol. "Seu uso é seguro tanto isoladamente quanto associado a medicamentos para redução do colesterol", diz. O cardiologista do Incor aconselha o paciente a conversar com o seu médico antes de começar o uso do fitoesterol.

 

Como agem os fitoesteróis

Os fitoesteróis têm estrutura semelhante ao colesterol e permitem que, durante o processo de absorção dos alimentos no intestino delgado, a absorção do "colesterol ruim" seja reduzida por competição pelo mesmo espaço. Dessa forma, o colesterol não absorvido é eliminado pelas fezes.

 

A IV Diretriz Brasileira sobre Dislipidemias e Pr evenção da Aterosclerose do Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia (2001) também recomenda o consumo diário de fitoesterol para auxiliar a redução do colesterol4. Suplementos alimentares com fitoesteróis contribuem para que se atinja a dose diária recomendada por entidades reconhecidas, como Sociedade Brasileira de Cardiologia4, American Heart Association5, US National Cholesterol Education Program Expert Panel6, European Scientific Committee on Food7 e outras.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário