1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Tecnologia: Meu bem meu mal

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Os avanços tecnológicos provenientes de pesquisas científicas são muito polêmicos quanto aos seus benefícios. Algumas pessoas resistem às mudanças de recursos tecnológicos e realizam suas atividades, de forma produtiva, à moda antiga. Outros, porém, não resistem ao uso de ferramentas tecnológicas e as encaram como facilitadores de organização, planejamento e estratégia.

Primeiramente, os adeptos à tecnologia geralmente têm facilidade na manipulação de equipamentos, máquinas e aparelhos eletrônicos, o que é um ponto a seu favor. O uso de celulares de última geração, por exemplo, pode trazer muitas vantagens a quem os utiliza, como o armazenamento de fotos, vídeos, acesso ao correio eletrônico e até mesmo o pagamento de contas bancárias. Dessa forma, muitas empresas vêm investindo no desenvolvimento de aplicativos para celulares, com o objetivo de ampliar e satisfazer seu público-alvo.

Por outro lado, as desvantagens associadas ao uso da tecnologia podem ser graves e comprometer o cotidiano dos que estão imersos nessa realidade. O trânsito – problema amplamente discutido em grandes capitais – por exemplo, é uma consequência do uso da tecnologia automotiva, construída para facilitar a locomoção das pessoas para a realização de suas tarefas diárias. No entanto, a falta de estrutura necessária para suportar a demanda faz com que essa ferramenta gere, muitas vezes, estresse e ansiedade para quem a utiliza.

Indubitavelmente, existem aspectos positivos e negativos trazidos pelo uso exagerado da tecnologia. A verdade é que cada um deve ser produtivo à sua maneira, seja com tecnologia, seja sem. Entretanto, é muito importante realizar uma avaliação holística de um comportamento cotidiano para evitar problemas futuros.

*Por Juliana Carani, Bióloga graduada na Universidade de Brasília
  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário