1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Ano novo astrológico: Com ingresso do sol em Áries

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Ao longo de um ano o Sol dá uma volta completa no zodíaco, percorrendo a eclíptica de 360o, que é dividida em doze signos. É um movimento cíclico que contém diversas narrativas e que se repete todos os anos. Essa jornada do Sol pelo zodíaco também guarda uma relação íntima com as estações da natureza, que compartilham suas características com cada um dos signos. Toda estação tem início com o ingresso do Sol em um dos signos cardinais (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio), tem seu ápice durante o trânsito do Sol por um dos signos fixos (Touro, Leão, Escorpião e Aquário) e a fase de transição nos signos mutáveis (Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes).

 

Assim, o início do ano astrológico acontece durante o equinócio – de primavera, no hemisfério norte, e de outono, no hemisfério sul. O equinócio, por sua vez, acontece quando o Sol ingressa no signo de Áries e, aparentemente, inicia sua jornada rumo ao hemisfério norte, trazendo vida, nascimento e calor para a maior parte do planeta.

 

Para os astrólogos, este é o verdadeiro início do ano, que tem relação com a natureza e os ciclos celestes. É um momento de inícios em que podemos colocar força e energia naquilo que desejamos ser e viver. Mais uma jornada do Sol está começando e muitas novas histórias serão contadas a partir daí. Ou seja, é mais uma oportunidade para que individual ou coletivamente possamos começar tudo de novo e, junto com o Sol, caminhar com mais energia e alegria, plantando novas sementes e se abrindo para viver a vida de forma mais plena.

 

Feliz ano novo!

 

Fonte: Titi Vidal, astrológa.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário