1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Mãos bonitas: Protetor solar, hidratação e técnicas cirúrgicas podem ajudar a mantê-las jovens

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

O envelhecimento ocorre de maneira intrínseca e está relacionado a fatores genéticos e à produção de radicais livres pelo metabolismo. Mas nas mãos, por terem uma derme mais fina e, em consequência, uma menor quantidade de fibras de colágeno, o passar do tempo aparece de uma forma mais agressiva. A exposição aos raios solares e a falta de cuidados com a hidratação ao longo da vida, causam o envelhecimento. 

 

O processo de envelhecimento das mãos caracteriza-se por algumas alterações:

-Afinamento e ressecamento da pele que confere uma cor amarelada;

-Diminuição das secreções glandulares; 

-Crescimento dos pelos; 

-Redução da elasticidade; 

-Presença de rugas; 

-Acentuação de sulcos pré-existentes; 

-Aparecimento de manchas senis, hematomas espontâneos, manchas brancas em confete e lesões milimétricas no dorso das mãos e os vasos dilatados.  

 

O cuidado com as mãos, por recuperar uma região que fica exposta praticamente o tempo todo, pode representar o rejuvenescimento corporal como um todo. Apesar disso, esse ainda é um recurso estético pouco valorizado. Vale investir nesses cuidados para evitar o envelhecimento precoce:

- Evite, ou pelo menos modere, as agressões do cotidiano como a utilização de detergentes e o uso frequente de água; 

- A fotoproteção deve ser a mesma para rosto, colo e dorso das mãos; 

- Reaplique o protetor solar com mais frequência nas mãos, já que elas são constantemente lavadas; 

- Lave as mãos com sabonete de pH neutro para não ressecá-las; 

- Hidrate com um creme ou loção com fator de proteção solar. 

 

Como rejuvenescer as mãos?

 

A cirurgia plástica aperfeiçoou técnicas que melhoram o contorno das mãos, como o enxerto de gordura do próprio corpo. No Brasil,  esse tipo de procedimento ainda não é comum, pois a técnica é recente e a população ainda desconhece esse recurso estético. 

 

O enxerto é feito através de uma lipoaspiração, em que é coletada a gordura a ser utilizada como preenchimento. Este material é centrifugado, lavado e peneirado, aproveitando-se as células íntegras, inclusive células-tronco, da área lipoaspirada. A técnica de enxerto tem indicação a partir da idade em que foram detectados os sinais de envelhecimento das mãos, aproximadamente aos 50 anos. 

 

A principal indicação é o rejuvenescimento. O uso do tecido adiposo preenche o tecido subdérmico ? localizado abaixo da pele - que é absorvido com o envelhecimento. A gordura enxertada devolve o volume perdido, dando uma aparência mais jovial às mãos. Além disso, em muitos casos as manchas senis melhoram consideravelmente após a enxertia. Isto se deve a presença das células-tronco mesenquimais, encontradas na gordura da área doadora. 

 

A cirurgia pode ser feita com anestesia local e o paciente pode ficar acordado durante o procedimento. Dependendo da lipoaspiração, a cirurgia demora em média duas horas. O tempo de recuperação é bastante satisfatório, no dia seguinte a paciente pode realizar movimentos suaves com as mãos. Só existem restrições a esforços, movimentos repetitivos e exposição ao sol por um mês. 

 

O estudo com células-tronco ainda está em fase experimental. O isolamento destas células ainda é muito complexo e o uso de células embrionárias é proibido na maioria dos países. Afirmações sobre o tratamento das manchas senis de maneira definitiva e da melhora do movimento das mãos - em quem tem dificuldades funcionais - ainda são controversas. As discussões são baseadas em observações clínicas e, portanto, ainda não podemos atribuir a melhora de doenças que causam diminuição da mobilidade das mãos ao uso de células tronco. No entanto, há um futuro muito promissor neste campo de atuação médico-científica.

 

Fonte: Dr. André Eyler - Cirurgia plástica

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário