1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Continue, apesar de tudo: Ninguém bate tão pesado na gente quanto à vida, porém, só ela pode oferecer o colo que precisamos.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

O segredo da vida é continuar, apesar de tudo.

 

Ninguém bate tão pesado na gente quanto à vida, porém, só ela pode oferecer o colo que precisamos.

 

Vejo as pessoas desistindo porque foram abandonadas, seja lá por quem for.

 

Às vezes por um colega, um amigo, pelo cônjuge, pais, filhos.

 

Claro que a gente sente o impacto e precisa mudar os planos que havíamos traçado.

 

Mudamos de bairro, de casa, de estilo de vida, de companhias.

 

Nem sempre estamos preparados, afinal, muitas mudanças acontecem abruptamente.

 

Mas, o mais importante é continuar, apesar de tudo...

 

O amigo que se foi, quem sabe volte e peça perdão. O amor da vida que foi embora, se foi e não voltou, é porque não era o amor da nossa vida.

 

As pessoas que você menos esperava que te fizessem mal, se fizeram, não eram boas companhias e precisavam mesmo partir.

 

Até os cachorros fogem da gente, mesmo que os tratemos bem... eu mesmo já perdi três. É o jeito animal deles, que querem ser livres.

 

Às vezes quem vai leva a cama, as cobertas, o fogão e a geladeira. No entanto, é melhor que leve isso do que nossa dignidade, honra e alegria.

 

Aliás, muitos que nos abandonam deixam-nos a paz como melhor presente.

 

Viva a vida, apesar de tudo... ninguém que te abandone merece seu tempo, sua energia. Não merece que você gaste seu sono pedindo para que volte.

 

Não importa o que vão falar de você, afinal, o que os outros pensam e dizem sobre a gente é problema deles, não nosso.

 

Se a empresa abandonou você quando mais precisava, que bom...já sabe com que está lidando e deve procurar rapidinho um novo lugar para trabalhar.

 

Se seu melhor colaborador traiu sua confiança, ótimo... deixe ele com o que furtou e fique com todo o resto. Se ele levou muito, não vai longe, pois o peso da consciência é o pior de todos os fardos.

 

Se os filhos cresceram e foram por caminhos que você sempre indicou que não deveriam seguir, deixe que a vida dê os tapas que você sente vontade de dar. Os exemplos já não educam tanto...infelizmente, afinal, cada um, de um ponto em diante, tem o bendito livre-arbítrio. Se eles ainda são pequenos, cuide deles, ame-os, mas, nunca abandone sua vida, seus projetos, porque eles também se tornarão adultos e será terrível ouvirem dizer, um dia, quando você estiver sentado na varanda, que deu sua vida por eles... é lindo quando vivemos com eles, e não apenas para eles. Se eles estão brigando pela herança, que são alguns trocados, mesmo você ainda estando vivo, não se preocupe, o tempo vai mostrar que deveriam disputar seus abraços, e não seus bens.

 

Se a esposa, o esposo, enfim, qual seja sua relação conjugal, lhe abandonou, traiu, é melhor assim. Há muitas formas de abandono: a falta de elogio, de admiração, de cumplicidade, de educação são as piores formas de abandono. O fato do parceiro (a) trocar você por coisas tão banais dói mais do que se fosse embora. A maior traição é a falta de caráter em contar que já não se ama mais, ou, pior, dizer que se ama mesmo traindo...  ainda com todo tipo de abandono, você tem que seguir, porque é a única coisa que nos faz superar todo e qualquer obstáculo.

 

Grande vida, tão linda, tão bela, apesar de todas as dificuldades... é preciso seguir em frente. Às vezes, dando vários passos para trás, mas, só para pegar impulso e dar um grande salto.

 

Troque a geladeira, compre outra, não chore pelo fogão quatro bocas quando você pode trabalhar para comprar um de seis. Não lamente dormir num colchão no chão porque alguém levou sua cama. O chão é firme e até cura algumas dores nas costas...

 

Troque o parceiro, a parceira, os amigos, a família... faça as malas se preciso for. Enquanto os outros estiveram te abandonando, analise o que fez de errado, e, se concluir que não é culpa sua, vibre com esses abandonos, pois a vida só dá errada quando a gente se abandona.

 

Lembre-se: não se importe com o que os outros dizem... isso não é problema seu.

 

Meu campeão, minha campeã, continue, apesar de tudo...Deus mesmo disse que quer que tenhamos vida, e em abundância... e não é abundância de sofrimento, tristeza, dores, traições... é sim abundância de... vida!

 

Grande abraço, fique com Deus, sucesso e felicidades sempre.

 

FONTE: Professor Paulo Sérgio Buhrer

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário