1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Numerologia para a escolha do nome do bebê: Saiba como as energias influenciarão

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Tenho recebido muitas indagações sobre como escolher um nome de bebê e como as energias estarão influenciando esse nome. Perguntas como:

1- As letras I e R, que tem energia 9, (atribuem características de sensibilidade a pessoa), poderia trazer tendências homossexuais?

2- Um nome pode ser adequado mesmo que apresente exacerbação da mesma energia? Como por expl.: excesso de 1 que ajuda a pessoa a ser líder e original mas que pode trazer  autoritarismo ou que ela seja briguenta?

Como já expliquei em vários de meus artigos não há um nome ideal, perfeito, pois todos nós, ainda somos muito imperfeitos e não há milagres para atingir a perfeição.

Respondendo a primeira pergunta, não há nenhum número determinante para aspectos de homossexualidade, heterossexualidade, etc. Pode sim haver algumas combinações de energias que levem a certa tendência. Mas, não é só isso que é determinante. Há o livre-arbítrio, as características que a pessoa trás em seu espírito e principalmente, a maneira como ela irá lidar com as energias. Portanto, não pode haver generalizações. Nunca consegui identificar nenhuma evidência que me leve a definir uma energia como determinante de aspectos tão complexos como a sexualidade. Não há como prever.

Existem combinações energéticas mais favoráveis para o sexo feminino ou masculino, mas mesmo assim essa caracterização é relativa, pois a cultura da população que se está analisando, vai indicar o que é adequado ou não. Por exemplo: em culturas matriarcais é interessante que a mulher tenha características mais focadas para ação e poder. Já em outras, essas características muito acentuadas podem ser inadequadas. Portanto, tudo é relativo e é preciso ser analisado de forma particular.

Quanto à segunda pergunta: Quando fazemos uma análise para escolha de nome de bebê, tentamos ajudar a criança a adquirir equilíbrio e fornecer potenciais para serem usados em caso de necessidade. Digo potenciais, pois temos maneiras de atuar sobre o nome do futuro bebê, que tem haver com suas facilidades, habilidades, etc, mas não temos como atuar diretamente em sua data de nascimento que tem haver com seu destino e coisas que precisa aprender.

Podemos atuar no nome, mas não de maneira total. Há fatores que nos limitam. Por expl.: os sobrenomes dos pais carregam energias que não podemos mudar. Podemos descartar um sobrenome ou juntar mais sobrenomes, mas não temos como mudar esses sobrenomes.

Tenho atendido vários casos em que há uma incidência forte de determinada energia nos sobrenomes dos pais e até mesmo no mapa natal deles, o que caracteriza uma tendência familiar. Para minimizar tendências excessivas, buscamos um equilíbrio de energias nos campos de Idealidade, Impressão, Expressão, etc. Nem sempre conseguimos resultados excelentes, mas podemos tentar amenizar as tendências que não são positivas. Toda energia em excesso facilita que seja usada de forma exacerbada, o que não é conveniente. O equilíbrio que buscamos está em ter números que estabilizem esse excesso. Essa alternativa pode não ser a mais fácil para a pessoa, mas com o tempo ajuda a desenvolver comportamentos que amenizem essas características que a desestabilizam.

Mesmo que dois nomes tenham um conjunto de energias iguais, o comportamento resultante tende a ser relativamente diferente, pois as nuances das outras energias do mapa, vão fazer com que a dinâmica do uso da energia seja diferente para cada pessoa. Além do que,  cada pessoa trabalha com as energias de modo diferenciado.

Enfim, como todos os nomes têm características que exigirão que a pessoas se aperfeiçoem, cabe aos pais fornecerem a educação e limites necessários no sentido de conduzir os filhos para o uso adequado e positivo das energias. O mais bonito e desafiante de se ter um filho é a possibilidade de ajudá-lo no desenvolvimento de suas características e aprender com eles, também.

As pessoas que tem a oportunidade de poder fazer um estudo para escolher o nome de seu filho tem maior chance de ajudá-lo, pois já estarão de antemão, conhecendo em quais os aspectos os filhos precisarão de ajuda e quais aspectos podem incentivar para melhorarem ainda mais suas potencialidades.

 

FONTE: Centro de Numerologia

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário