1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


O triângulo das Águas: Júpiter em Câncer, completando o trio (Saturno em Escorpião e Netuno em Peixes)

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Desde 25 de junho Júpiter está no signo de Câncer. A partir daí, viveremos uma temporada aquática, já que Saturno está em Escorpião e Netuno em Peixes. Ou seja, planetas importantes, que regem assuntos coletivos, nos signos de água, deixando tudo cada vez mais intenso. Netuno foi o primeiro a mergulhar, em Peixes, signo que rege. Trouxe mais sensibilidade para o mundo, deixando emoções mais evidentes e criando um clima também mais confuso, turbulento, uma espécie de maremoto que mexeu com todos os sentimentos. Depois foi a vez de Saturno mergulhar nas águas profundas de Escorpião, potencializando tudo, obrigando cada um de nós a enfrentar seus medos, suas sombras, seus desafios. Essa dupla nos signos de água potencializou tudo, trouxe tudo para a superfície, para que pudéssemos enxergar aquilo que passamos a vida tentando esconder. Essa combinação astral, levando ainda em consideração o Urano em Áries e o Plutão em Capricórnio, está levando tudo ao seu máximo extremo, potencializando tudo para que fique claro o que precisamos fazer. Estamos vendo mais violência, sofrimento, desencontros, rompimentos, dificuldades. Por outro lado, encontros mágicos, realizações positivas e definitivas. O critério para isso é a sintonia com o momento e com o eu interior, já que tudo está extremamente potencializado. Assim, o que já estava ruim está piorando, cada vez mais, sendo levado ao seu ponto máximo para que possa haver alguma transformação. É a oportunidade de transformar, de colocar um ponto final, virar a página. Morrer para renascer. Por outro lado, estamos percebendo o que estava bom (de verdade) melhorar, ser resolvido. Os frutos também podem ser colhidos neste momento. Agora será a vez de Júpiter, o grande benéfico e também aquele que expande tudo, mergulhar nas águas ativas de câncer. Júpiter, que sempre expande tudo onde passa, pode intensificar todo esse processo já em andamento. Júpiter em câncer tende a deixar o astral ainda mais sensível, a trazer mais vontade de estarmos juntos com quem é importante em nossa vida. Traz à tona assuntos ligados à família. Deixa em destaque vida afetiva e assuntos pessoais. Isso pode despertar nossas motivações emocionais, nossos desejos mais profundos, que já estavam sendo ativados com Saturno e Netuno, respectivamente em Escorpião e em Peixes. Mas Júpiter em Câncer também pode trazer motivações mais pessoais que justifiquem o aumento do controle e outras arbitrariedades que também temos visto acontecer. De qualquer forma, Júpiter, o grande protetor, está bem em Câncer, signo onde se exalta, trazendo também à tona o melhor que existe no mundo e em cada um de nós. E diante de todo contexto geral, temos que aproveitar para olhar mais para dentro e resgatar nossos tesouros mais escondidos, nossas joias mais preciosas, para que possamos viver melhor, compartilhando também o lado bom da vida, e não apenas o sofrimento, os medos, a confusão. O Júpiter chega em Câncer otimista, mostrando também que devemos resgatar nossas origens, conhecer melhor nossas história, pois esse também é um bom caminho para a compreensão de tudo que acontece em torno de nós. Olhando para o passado, para a história, entendemos o presente e, então, podemos olhar com mais segurança para o futuro, com mais coragem e certeza do que estamos fazendo, e com maior potencial de transformação. Esse triângulo de água também deixa mais evidente o lado sentimental, o amor, a vida emocional. O inconsciente está sendo iluminado, individual e coletivamente, e por isso cada vez mais as máscaras caem e a verdade vai sendo relevada. Mas quanto mais vemos a sombra que aparece no mundo, mais podemos ir em busca da luz, da solução, da paz, do acolhimento, porque também o Júpiter em Câncer agora quer nos levar de volta para casa, para nossa essência, para nossos reais valores. É um momento mais sensível, em que todas as emoções estão mais à flor da pele, mas que também queremos cuidar muito mais da nossa vida pessoal, dos nossos amores, da nossa família, estar junto dos nossos queridos. É um momento especial, em que podemos curar relacionamentos e buscar com profundidade a nossa felicidade. É hora de aproveitar mais a vida e cuidar do que importa de verdade. Vamos mergulhar nesse céu.

 

FONTE: Titi Vidal, astrológa.

E-mail: titividal@titividal.com.br

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário