1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Chakras e cristais: A força energética e o poder das Pedras do Bem

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

(*) Por Norma Estrella (normaestrella7@gmail.com)

Chakra é cada um dos pontos energéticos do nosso corpo e, apesar de existirem em grande número, trataremos apenas dos sete mais importantes, que funcionam como matriz ou fonte para os outros. Cada chakra tem sua representação, localização, órgão motor, cor, glândula e emoções próprias. Os sete chakras principais são o básico, o umbilical ou esplênico, o plexo solar, o cardíaco, o laríngeo, o frontal (também chamado de terceira visão) e o coronário.

As pedras coloridas além de serem classificadas pela dureza de Mohs como duras, médias ou moles e de suas diferentes composições químicas, também podem ser divididas, conforme suas cores, pelos diferentes chakras.

Veja algumas:

Granada
É considerada uma pedra dura, pois possui dureza de Mohs 7,5. Está ligada ao elemento fogo, e possui em sua composição química o silicato de alumínio, o magnésio, ferro e manganês.

É uma pedra de um vermelho vivo, algumas vezes confundido com o marrom. Trabalha mais ao nível do estímulo mental, fazendo-nos entender por onde, quando e como devemos nos mover. Desenvolve a força de vontade, auxiliando no tratamento das doenças psicossomáticas. Atira-nos de frente nos acontecimentos.

Faz uma excelente dupla com a dolomita ou com o jasper vermelho, ou seja: a granada me ajuda a decidir o que eu vou fazer, o jasper vermelho ou a dolomita me fazem partir para executar o que eu decidi.

É também uma pedra de proteção tanto energética quanto física. Há quem use uma granada para proteger-se do ataque de ladrões.

A granada é utilizada para aliviar hemorragias, principalmente uterinas. Também ajuda em casos de anemia, potência sexual, herpes, doenças venéreas e do sistema ósseo.

Jasper vermelho
Também é considerada uma pedra dura, de dureza de Mohs 7. Está ligada também ao elemento fogo, e possui o óxido de silício em sua composição química.

Além do jasper vermelho, esta pedra é encontrada em outras cores: verde, castanho e mosqueado.

O jasper vermelho além de poder ser chamado "a pedra da decisão, também pode ser usado em problemas intestinais, na coagulação do sangue, em problemas de circulação, e para ativar o sistema imunológico.

O jasper castanho é usado para centramento, para trazer para a Terra pessoas que vivem com a cabeça nas nuvens.

Hematita
Também classificada como uma pedra dura, possui dureza de Mohs 6,5. Ligada aos elementos fogo e terra, é formada pelo óxido de ferro.

É uma pedra de aparência cinza, quase prateada, o que se deve a uma intensa concentração de pigmentos vermelhos. Contém alta quantidade de ferro, como o sangue humano. Por isto, é a pedra por excelência para tratar de questões sanguíneas. Num sentido figurado, favorece a nossa circulação mais correta: a pedra que nos diz por onde circular melhor dentro das situações que se apresentam.

Levar um pedaço grande de hematita junto ao corpo numa reunião onde o objetivo é um novo campo de trabalho, faz com que você se comporte da maneira mais correta e producente, conseguindo distinguir com quem e como se deve falar para melhor atingir os seus objetivos.

(*) Norma Estrella (normaestrella7@gmail.com) é numeróloga autora do livro “Numerologia sem Mistérios” , taróloga e grande pesquisadora da cultura cigana.

 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário