1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


O mundo em crise, o mundo em transformação: O que a astrologia explica sobre as manifestações atuais

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Urano e Plutão continuam em quadratura, desenvolvendo um aspecto iniciado nos anos 60, quando houve um grande encontro entre os dois. Quando esses gigantes se encontraram nos anos 60, no signo de Virgem, motivaram grandes acontecimentos e a necessidade de mudanças, já que havia muita insatisfação e uma inquietação capaz de transformar. Também temos a forte influência de Saturno, neste momento, que está em Escorpião, repetindo o trajeto que fez entre os anos de 83 e 85. Será que qualquer semelhança com estes períodos históricos é mera coincidência? Parece que não. A sensação de que já vimos isso antes é forte quando olhamos para trás e percebemos que nos anos 60 e 80 precisamos sair às ruas para manifestar insatisfação com quem estava no poder e com a forma como o mundo estava sendo conduzido. Agora, mais uma vez, as coisas passam dos limites e precisamos nos manifestar, gritar por liberdade e clamar por mudanças. Essa combinação entre Saturno em Escorpião e Plutão em Capricórnio endurece as pessoas, gera uma onda de conservadorismo e resistência, apego e medo de perder o que já foi conquistado. Como consequência, temos um aumento do controle, do poder. Urano em Áries e Netuno em Peixes geram uma aparente liberdade, a ilusão de que somos livres para fazer o que bem entendemos. Mas, na verdade, não é bem assim. Somos controlados o tempo todo. Somos filmados o tempo todo. O conteúdo que postamos livremente nas redes sociais, não nos pertence. Por um lado ou por outro, somos vigiados sempre, seja nas ruas ou mesmo em casa, atrás do nosso computador. Também somos ludibriados pelo aparente “oba oba” que apresenta tanta “coisa boa”, especialmente nesse Brasil  “país do futebol”. Brasil, anfitrião da copa, estádios bonitos feitos com dinheiro de quem? E a infraestrutura, transporte, segurança, educação, será que tem? O bom é que com Saturno em Escorpião, nada passa batido. Nosso grande auditor está averiguando as contas, está mostrando o que se sustenta e o que precisa mudar. Plutão em Capricórnio também, colocando por terra o que não consegue se sustentar. E ainda vem Júpiter em Câncer por aí, opondo-se ao Plutão, deixando claro o que pode ou não expandir. Mas será que estamos prontos para enxergar e mudar, ou será que Netuno em Peixes, ao invés de clareza, vai trazer ainda mais ilusão nesse nosso país do futebol? Bom, e se já vimos isso antes, temos que tomar cuidado para que tudo isso não termine mais uma vez em pizza, todos juntos assistindo ao futebol, enquanto os problemas continuam e cada um lava suas mãos. Sem falar dos absurdos, do inacreditável que pode acontecer quando essas configurações se manifestam: lei aprova cura para gay? Parece mentira, mas acabou de acontecer e é só uma das muitas coisas graves que estão acontecendo sem que a população se dar conta do momento que estamos vivendo.

 

Mas, se muita coisa está se repetindo, muita coisa nova está sendo criada e se em outros momentos tudo terminou em pizza, agora podemos fazer a diferença. Será?

 

Vivemos um momento sem precedentes, em uma combinação astrológica bastante complexa, que reflete esse mundo atual, no qual vivemos o novo e no qual tudo muda rapidamente, o tempo todo. Temos em nossas mãos a possibilidade de mudar. Urano em Áries chama para ação e lembra que a mudança de um é a mudança de todos. Por que isso tudo está acontecendo no mundo? Certamente porque está acontecendo também dentro de cada um de nós. O outro e o mundo são nossos espelhos. O que escondemos manifesta-se como sombra fora de nós. Então está na hora de vasculharmos nosso mundo inconsciente atrás dos nossos preconceitos, das resistências e apegos, porque se queremos mudar o mundo, temos que começar por nós mesmos. Temos que nos transformar, fazer uma faxina interna para que o mundo também possa mudar. Porque parece tão mais fácil cobrar o outro, cobrar do mundo, do que mudar a nós mesmos? Porque se a insatisfação existe em nós, é porque também somos responsáveis pelo mundo que vivemos e se queremos um mundo novo, temos que começar a mudança por cada um de nós (Urano em Áries) mas lembrando que estamos todos sempre juntos, no mesmo barco, no mesmo mundo, no mesmo sistema, no mesmo universo (Netuno em Peixes).

 

Nunca foi tão possível mudar. Nunca foi tão difícil abandonar o passado. Nunca foi tão fácil fazer diferente. Mas será que conseguimos? Ou vamos nos distrair e deixar passar essa oportunidade?

 

Talvez um bom começo seja encontrar sua parcela de responsabilidade. Talvez seja se colocar no lugar dos outros. Talvez seja perceber que cada vez mais os iguais estão se unindo e os diferentes se afastando, mas, ainda assim, todos temos nosso papel e importância no mundo. Todos, mesmo aqueles que parecem estar do outro lado, pois não existe um sem o outro. Não existe agressor sem vítima. Não existe mocinho e bandido. Existe luz e sombra, causa e consequência. Quando sabemos que atrás de cada um e por trás de cada atitude temos razões, histórias de vida e motivações, paramos de cobrar e mudamos, transformamos pacificamente o mundo porque existe diálogo, compreensão e atitude. Mas ainda temos que descobrir isso e encontrar novas formas de agir, de fazer, de construir.

 

Vamos construir um mundo novo, porque aquele já não existe mais. Talvez tenha acabado mesmo em 2012, porque agora temos que nos transformar e criar um novo universo, onde tudo pode fazer mais sentido, onde possamos compreender mais as diferenças, ser mais tolerantes, viver diferente.

 

Nunca John Lennon foi tão atual e se alguém pensava que ele era um sonhador, certamente não era o único e o mundo que ele imaginou pode ser possível, mas só saberemos disso depois de tentar.

 

FONTE: Titi Vidal, astrologa.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário