1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Ranking social internacional: Brasileira está entre os empreendedores sociais do ano

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

 

Empreendedorismo e filantropia são grandes aliados para a criação de cases inspiradores e de muito sucesso. Prova disso é o projeto desenvolvido pela educadora baiana Cybele Amado de Oliveira, que reduziu em até 80% a evasão escolar na região de Caeté-Açu, distrito rural do município de Palmeiras, na Bahia. 

Presidente e diretora-executiva do ICEP - Instituto Chapada de Educação e Pesquisa*, a professora de língua-portuguesa integra a lista deste ano da Fundação Schawab*, que apresenta 23 exemplos de empreendedores sociais do mundo todo. Em 2008 ela também ganhou o Prêmio Cláudia*, promovido pela revista homônima, da Editora Abril, na categoria trabalho social.

Ao se deparar com o alto índice de analfabetismo e evasão dos alunos de Palmeiras, no distrito rural da Bahia, e com o objetivo de contribuir para melhorar a qualidade da educação pública, por meio do apoio à formação de educadores e gestores educacionais, além da criação e mobilização de redes colaborativas para fortalecer o ensino formal, Cybele criou, em 1996, o Programa de Desenvolvimento e Auxílio ao Professor.

O sucesso da iniciativa impulsionou-a a entrar de cabeça na causa: em 1999, uma comissão composta por professores e Secretarias de Educação de 12 municípios da Chapada Diamantina deu início ao Projeto Chapada, do ICEP, o qual definia em encontros mensais os principais objetivos do projeto e as ações que seriam desenvolvidas nos locais de atuação.

Os resultados obtidos pelo Instituto são inspiradores: em 2011, as ações elaboradas pelo projeto envolveram 3.612 professores, 289 coordenadores pedagógicos, 269 diretores escolares, 49 diretores pedagógicos e/ou supervisores técnicos. Além de beneficiar mais de 72 mil estudantes de 305 escolas públicas municipais. A iniciativa deu tão certo que, em 2012, o projeto foi expandido para regiões vizinhas da Bahia. 

A partir de todos esses dados, a meta do ICEP é otimista: ter, a longo prazo, 100% de estudantes até os oito anos de idade lendo e produzindo textos nas áreas onde o projeto atua. Para isso, a formação continuada dos profissionais da educação; mobilização e fortalecimento das políticas públicas educacionais continuarão sendo fortalecidos por meio de uma rede colaborativa em prol da qualidade da educação.

Além da brasileira, outros 22 empreendedores foram destacados na lista por terem realizado projetos com impactos sociais positivos. Entre eles está o filipino Jim Ayala, do HSSi - Hybrid Social Solutions Inc*, que desenvolveu um sistema de energia solar para a população rural de seu país; e o norte-americano Frederick K. W. Day, da Buffalo Bicycle Company*, que criou uma bicicleta especial para facilitar o transporte em terrenos africanos. 

Confira todos os empreendedores citados na lista da Schwab no site da Fundação. 

 

FONTE: Planeta Sustentável

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário