1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Profecia Maya: E se o Mundo não se acabar????

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Por Titi Vidal
 


2012 era o ano do fim do mundo. Há tempos que ouvimos falar disso. Profecias e mais profecias. Portais se abrindo, mundo chegando ao fim. Pois quem está chegando ao fim é o próprio ano, 2012, e não o mundo… E, se tudo der certo, logo mais um ano novo começa, mais uma vez. E não é qualquer ano, porque 2013 será ano regido por Saturno e com Saturno não se brinca. É um ano sério, importante, momento de construir e realizar. Também porque não é qualquer Saturno. Ele está em Escorpião e essa mudança de Saturno de um signo para outro foi justamente um dos acontecimentos importantes do ano do fim do mundo.

Talvez porque ele represente justamente isso: o fim de um mundo. O fato é que com Saturno em Escorpião e Plutão em Capricórnio e todo resto do céu falam de um momento intenso e profundo demais. E que leva a diversos finais. Tudo que não está bem precisa acabar. Mas para acabar, antes precisamos ver o que está acontecendo. Aumenta a violência, a conturbação, o problema. Saturno em Escorpião já está levando tudo ao extremo, ao ponto máximo, ao limite. E ano que vem, regendo todo o ano, não vai deixar por menos.

Quer apenas o que vale a pena, quer atenção aos valores certos e dedicação aos projetos verdadeiros. E o que não seguir essa linha merece ir embora e colocar um ponto final no que não está bom é mesmo a cara do Saturno em Escorpião. A ideia geral do Saturno em Escorpião e de 2013 é que as sombras estão ganhando Luz e precisam ser vistas. Até porque se tem sombra é porque existe também a Luz. Temos que olhar toda essa sujeira que está sendo tirada debaixo do tapete, pois só quando nos dermos conta de tudo que estava escondido é que poderemos enfim transformar. Só quando olharmos o lado difícil das coisas é que poderemos resolver qualquer coisa. Até porque quando olhamos o que estava encondido, vemos também o que havia de bom e estava guardado.

O fato é que um ano novo está começando e com a forte ideia de morte e renascimento, e se o mundo não acabou, ele precisa se transformar. Por isso 2013 vai pedir mais consciência, mas persistência, mais trabalho e energia para o que interessa. 2013 é um ano desafiador. As mudanças continuam e é hora de colocar a casa em ordem. A nossa casa, a nossa vida, o nosso planeta. Quando o tema é Saturno, logo temos que pensar em trabalho. Ele nos exige, nos cobra. Pede que cada um faça sua parte e apenas (re) compensa quem se esforça. Aliás, Saturno sempre reconhece na medida exatamente proporcional a qualquer esforço porque ele é justo. Por isso, tira de quem não merece e proporciona segurança e estabilidade a quem faz por merecer. Por isso, 2013 é um ano de trabalho, de esforço.

De desafios, certamente. Mas de reconhecimento. Por isso, a ideia geral de que aquilo que está ruim piora, chega ao seu limite e talvez ao fim é muito verdadeira, continua presente ao longo de todo próximo ano. Mas o que está bom certamente melhora. O que está bom cria raiz, ganha profundidade, reconhecimento, proteção. Mas, ainda assim, não podemos deixar a peteca cair, porque Saturno regendo o ano quer dedicação constante, o tempo todo, sem parar. Tal qual a carta do Eremita, do tarô, que mostra o velho sábio caminhando, sem pressa e sem parar. É como devemos agir no ano que também vai nos ensinar mais sobre o tempo. Como vivemos nosso tempo, como vivemos nossa vida. Como cuidamos do tempo e da vida e de tudo que nos importa. Por isso, também temos que aprender a priorizar, temos que saber o que vale mais a pena.

E temos que desenvolver, cada vez mais, o dom da paciência, do saber esperar e do saber colher os frutos na hora certa, o que só é possível quando também sabemos o melhor momento para plantar. Saturno nos ensina sobre ciclos, sobre tempo, sobre espera, sobre dar e receber, sobre perdas e ganhos, sobre merecimento. E esses são mais alguns dos muitos ensinamentos para 2013. Por sinal, como o ano já vai acabar, que tal fazer uma lista de todas as conquistas que fizemos até aqui? O que perdemos, o que ganhamos, o que ainda queremos? Porque também é importante saber agradecer antes de pedir, e se nos curvamos ao Saturno, em gratidão a tudo que aprendemos nos últimos tempos, ele também nos respeita e assim podemos pedir o que mais desejamos para o próximo ano. Mas vale lembrar, ao pular as sete ondinhas na hora da virada, não basta apresentar uma lista de pedidos. Dessa vez temos que assumir o compromisso de trabalhar junto com o universo, de fazer a nossa parte e de transformar positivamente a nossa vida, a nossa e do nosso planeta, que também está precisando de nós. Feliz ano novo!

Titi Vidal é astróloga
 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário