1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Equilíbrio: Vida pessoal e profissional

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

 por Luciano Pacheco*

O executivo do século XXI é um cara que sabe equilibrar vida pessoal e vida profissional. Os líderes contemporâneos precisam estar atentos a uma nova agenda do bem. Eles precisam estar atentos às pessoas que lideram, perceber o que está a sua volta e estarem realmente presentes, atentos e empáticos. Eles serão cobrados também pelo exemplo.


Em muitas empresas estrangeiras e brasileiras, muitos executivos obesos estão dando lugar a uma nova geração de líderes que se preocupam com sua forma física, que praticam atividades físicas regulares; com alimentação saudável e balanceada; bem como dedicam tempo aos serviços voluntários junto às comunidades em que vivem. Esta é a nova agenda, a agenda do bem do século XXI.


A era dos executivos que fumavam um cigarro atrás do outro; que tomavam vinte cafés por dia; que comiam sanduíches calóricos durantes as reuniões; dos que nunca tinham tempo para assistir a uma apresentação de balé de sua filha ou a prova de natação do filho, ficou para trás. Nos Estados Unidos eles foram de uma geração chamada de Babyboomers, americanos nascidos entre 1945 e 1964. Eles estão se aposentando e dando lugar a novas gerações.


Os líderes de hoje continuam trabalhando muito, talvez até mais do que os anteriores, porém com mais inteligência. Lembro-me de uma frase de um grande empresário brasileiro que dizia: “Tem pessoas que eu contrato para gastar a bunda na cadeira. Para essas, o cartão de ponto e a cobrança de que às oito horas em ponto estejam prontas para atender o telefone na minha empresa é essencial. Outro grupo, eu contrato para gastar sola de sapato. Essas eu quero às oito da matina na rua visitando cliente. E existe um terceiro grupo de pessoas que eu contrato para gastar neurônios, essas podem estar onde elas julgarem importante estar, porque sei que trabalham 24h por dia para mim e podem estar onde estiverem, que estarão vivendo o meu negócio e buscando soluções para os nossos desafios.”


Pois é, os líderes contemporâneos trabalham para suas empresas 24 horas por dia, hiperconectados em seus smartphones e netbooks, 100% on-time na praia ou no escritório. E por isso mesmo, podem e devem flexibilizar seus horários de trabalho presencial e equilibrarem melhor sua dedicação à vida pessoal e profissional. Sejam bem-vindos à era da geração de valor. Você vale o quanto você agrega de valor ao negócio e não pelo número de horas que tenta mostrar que está trabalhando. As empresas estão buscando homens e mulheres honestos e visionários. E ainda tem a máxima do futebol atualíssima para os que ficam esperando as promoções caírem do céu: “Quem pede tem preferência; quem se desloca recebe”. Saiba o que quer para a sua vida e se desloque para receber o que tanto almeja. Bom jogo.

*Prof. Luciano Pacheco MSc. Coach de vida e executivo

luciano.pacheco@globo.com 

Skype: luciano.pacheco1 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário