1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Espiritualidade: O poder da sabedoria espiritual

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Quando nossa mente reconhece o certo e o errado, ela demonstra sabedoria e quando a sabedoria escolhe entre a verdade e o falso, ela evidencia haver sido conduzida pelo Espírito.

Assim são as funções da mente reflexiva, da Alma e do Espírito, sempre unidas intimamente e inter associadas funcionalmente.

Nossa mente lida com o conhecimento factual; a sabedoria, com a filosofia e com a revelação; a fé, com nossa experiência espiritual.

Por intermédio da Verdade, nós, seres humanos espirituais alcançamos a beleza; pelo amor incondicional ascendemos à bondade, e pelo poder da sabedoria espiritual atingimos a magnificência do Espírito.

A fé nos conduz ao conhecimento do Ser Maior Criador Deus e não meramente a um sentimento místico da presença divina.

Vamos, então, refletir sobre o tema?

A verdadeira espiritualidade é uma experiência de crer e conhecer, tanto quanto uma satisfação de sentimento.

Há uma realidade na nossa experiência espiritual que é proporcional ao seu conteúdo vivencial e transcende ao mental, à ciência, à filosofia, e a todas as outras realizações humanas.

As convicções de tais experiências são incontestáveis; a coerência das ideias da vivência espiritual é irrecusável; a certeza desse conhecimento é supra-humana; as satisfações que advêm são magnificamente Divinas; a coragem, indomável; as devoções, inquestionáveis; as lealdades, supremas; e os destinos, finais — eternos e universais.

O conhecimento é adquirido através do nosso processo de aprendizagem.

Sabedoria é a capacidade de aplicarmos esse conhecimento através das experiências de vida, sem ter que temermos sobre o que e como estamos agindo.

Esta é a fonte do poder da sabedoria espiritual. Além da qual se encontra o Absoluto. Faz sentido?

Há uma diferença entre sabedoria e conhecimento.

Muitos conhecimentos são adquiridos através de leituras, ou participação em cursos entre outros, na busca da compreensão da Vida, da Filosofia, da Espiritualidade e a relação entre estes.

Só porque fomos ensinados em algo ou lemos em um livro, não significa que o que temos adquirido como conhecimento possa ser colocado na prática.

É somente quando as palavras estão vivas dentro de nós é que podemos explicar e interpretar, sem repetir ou citar palavras decoradas.

Muitas vezes passamos a vida inteira em busca de conhecimento, na tentativa de ganhar sabedoria, para entender e compreender os significados de nossas vidas.

Inerentes ao silêncio da mente vêm as vibrações originais do poder ancestral da sabedoria espiritual.

Estas são as chaves do conhecimento dentro do nosso núcleo essencial, que são os registros da memória genética do nosso corpo, armazenados no DNA.

Estas mesmas teclas do conhecimento as quais também podem ser encontradas nos registros das vidas passadas da Alma, guardados no que aprendemos chamar de ‘Akasha’, ou seja, em sânscrito significando ‘céu’, ‘espaço’ e é o termo usado na Antroposofia para descrever um compêndio de conhecimento místico codificado no plano de existência não física.

As chaves do conhecimento e o poder da sabedoria espiritual encontram-se no silêncio da Verdade, além da nossa mente racional que pensa que sabe.

Nossa mente lógica individual cria a dualidade pelas palavras de um saber que não é baseado na sabedoria.

O poder da sabedoria espiritual se expressa no respeito a nós mesmos!

Na existência humana não há alguém que seja superior e ninguém que seja inferior. Da mesma forma a folha da grama e a grande estrela no firmamento são absolutamente iguais. Correto?

Tudo, incluindo nós seres humanos espirituais, em forma física e espiritual somos simplesmente uma parte da ecologia universal em evolução.

Tudo o que é necessário para sermos de acordo com nosso potencial envolve simplesmente entrar em sintonia com a evolução – para nos tornarmos no que está acontecendo e mudando.

Ao fazermos isso, seremos capazes de fluir o rio pacificamente dentro da paisagem de mudança e enxergarmos claramente como interagirmos com a vida.

Isso libera enorme energia e vitalidade para serem canalizadas para o nosso propósito e significado de vida. Está claro?

Temos vivido em uma época de contradição em que tudo tem continuado a evoluir - mas a humanidade tem investido sua felicidade e segurança em instituições de estabilidade, previsibilidade e segurança como se estivessem isolados da mudança.

Enquanto essas instituições têm realizado resultados, as pessoas se sentem poderosas e no controle de suas circunstâncias.

O que está acontecendo agora talvez não possa ser compreendido pela maioria das mentes humanas, mas uma coisa é clara: as regras que criamos para vivermos nossas vidas estão mudando.

Evolução significa adaptação sobre continuidade - e devemos entrar em alinhamento com o que quer que aconteça - e não com o que queremos que aconteça.

Evolução está acelerando seu ritmo, nos guiando através de uma ampla transição das nossas necessidades individuais, nos tornando assim mais compassivos, elevando nossos níveis de consciência tanto para nós mesmos, como para com o planeta.

E é hora de começarmos a confiar em nossa intuição e sentimentos de uma forma que não poderíamos ter conseguido antes.

Através do poder da sabedoria espiritual estamos sendo convidados a experimentar a vida através do coração, atendendo a chamada da iluminação evolucionária, em uma profunda introspecção de autoconfiança e equilíbrio com o Ser Maior Criador Deus.


Fonte: Marcos Porto, terapeuta Holístico, modalidade Psicoterapia Holística Transpessoal  - portomfc@terra.com.br

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário