1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Semana das Crianças: Alegria para os pequenos e desepero para os pais

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Na década de 20, o deputado federal Galdino do Valle Filho fez um projeto de lei para tornar o dia 12 de outubro, uma data de comemoração ao Dia das Crianças, aprovado e oficializado pelo presidente Arthur Bernardes, quatro anos depois. A data só passou a ser comemorada oficialmente em 1960, quando a fábrica de brinquedos Estrela e a Johnson & Johnson firmaram uma parceria e lançaram a "Semana do Bebê Robusto".

 

Infelizmente, a data passou a ser extremamente comercial e o que mais tenho visto são pais desesperados tentando controlar o desejo dos filhos em terem todos os brinquedos da loja. Mas, que culpa os pequenos tem se eles são bombardeados com anúncios, comerciais coloridos e encantadores? Além disso, eles sabem que, independente do comportamento que tiverem, serão ?parabenizados? com presentes.

 

Mas, o que precisa ser levado em consideração nesta data é o comportamento dos pais e até que ponto eles estão contribuindo para a formação da criança. Imagine a seguinte situação: a criança aprontou uma enorme traquinagem no mesmo dia. Pense: ela realmente merece um presente? O que nós, adultos, estaremos reforçando naquela mente? Este tipo de reflexão é muito importante em situações como esta.

 

Nesta fase, é fundamental conversar e explicar para a criança porque ela não vai ganhar um presente, reforçando que para ganhar alguma coisa, é necessário ser merecedora de tal. E se ela realmente merecer, sugiro apenas um presente. Com isso, os pais também repassarão outros valores. Agendar um passeio em família também é uma excelente opção, já que ela estará rodeada de pessoas que a amam e entenderá o quão importante é para o seio familiar.

 

Além disso, os pais não podem esquecer que existem outras formas extremamente enriquecedoras de comemorar o Dia das Crianças. Que tal ensinar ao seu filho que existem milhares de crianças, que por mais merecedoras que sejam, não ganharão um presente porque os pais não possuem condições financeiras para isso? Pratique o bem, faça com que ele doe um brinquedo antigo em troca de um novo. Daí sim, o Dia das Crianças fará muito mais sentido para todos. 

 

Com relação à idade, muitos pais e inclusive meu filho de 14 anos, têm me questionado sobre isso. Não posso negar que presentes são sempre bem-vindos e que até eu gostaria de ganhar um no Dia das Crianças. Mas, dependendo da idade, sugiro uma comemoração diferente, um passeio cultural, uma viagem, um curso, enfim, algo que seja proveitoso para o crescimento dele. Afinal, quem não gostaria de ganhar algo no Dia das Crianças? Independente da idade, todos temos uma criança guardadinha dentro nós.

 

Liberte a criança que existe em você e faça a festa! Feliz Dia das Crianças.

 

Sobre Tália Jaoui:

Tália Jaoui é palestrante na área comportamental, coach, possui formação em educação física, psicologia e especialização em PNL (Programação Neurolinguística).

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário