1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Óleo de cártamo: Perca peso com saúde

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Alimento é rico em ácidos graxos essenciais, ideal para dietas de emagrecimento e prevenção de problemas cardiovasculares

Muito apreciado no Oriente e cultivado antes mesmo da era cristã, o cártamo é uma semente cujo óleo é rico em ácidos graxos essenciais, gorduras boas indispensáveis ao corpo humano. No entanto, muitas vezes o indivíduo não consegue suprir essa necessidade apenas com a alimentação, por isso, nesses casos, os especialistas costumam indicar a suplementação.

A nutricionista Stefania Valente da Silva afirma que “o óleo de cártamo pode prevenir doenças cardiovasculares, acelerar o metabolismo, além de diminuir a taxa de colesterol ruim (LDL)”.

O alimento também é frequentemente indicado no auxílio a dietas de emagrecimento. “Estudos indicam que o óleo de cártamo oferece a sensação de saciedade por ser composto de um nutriente que tem um tempo maior de digestão. Na prática, ele diminui a circunferência abdominal e contribui para a eliminação de gordura por causa de sua ação termogênica, que acelera o metabolismo para uma maior queima calórica ao longo do dia. O controle do colesterol é feito através da enzima LPL (lípase lipoproteica) que quebra as gorduras e faz com que sejam metabolizadas, ou seja, que aconteçam reações químicas dentro das células” explica Stefania.

É importante ressaltar que apesar de natural, o consumo do óleo de cártamo deve ser orientado por um especialista. É o profissional que vai dizer se há necessidade de suplementação e qual a dosagem ideal para cada tipo de pessoa. Além disso, seus benefícios são potencializados quando associados a uma dieta balanceada, com ingestão de líquidos, aliada a exercícios físicos.

Seguindo a recomendação do especialista, os resultados começam a aparecer em torno de 90 dias. 


SAIBA MAIS:

O que são ácidos graxos essenciais?

São as gorduras importantes para o organismo, mas que apesar de necessárias não são produzidas pelo corpo humano. Em geral, os ácidos graxos essenciais regulam as funções do organismo e contribuem para a absorção de vitaminas, para a síntese de hormônios, previnem doenças cardiovasculares. Quando a quantidade de ácidos graxos essenciais encontrada na alimentação não é suficiente, os especialistas recomendam a suplementação em cápsulas.

Quais os tipos de ácidos graxos existentes?

- Ácidos graxos monoinsaturados: possui apenas uma dupla ligação na molécula. Principal representante é o Ômega 9. Seu principal benefício a redução do colesterol ruim, o LDL.

- Ácidos graxos poli-insaturados: possui mais de uma dupla ligação na molécula, representados pelos ácidos graxos Ômega 3 e Ômega 6. Como não são produzidos pelo organismo, são chamados de essenciais e devem ser obtidos pela dieta.

O Ômega 3 pode ser obtido em fontes marinhas e óleos vegetais. Ele tem um papel essencial nas membranas do sistema nervoso.

Já o Ômega 6 é encontrado apenas em óleos vegetais. Ele  influencia na viscosidade sangüínea, permeabilidade dos vasos sanguíneos, tem ação cicatrizante e propriedade anti-inflamatória e complementa a ação do ômega 3. 

 

Fonte: Stefania Valente é nutricionista do Herbarium, laboratório referência em fitoterapia no Brasil.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário