1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Prevenção: 8 dicas para prevenir doenças no inverno

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

O inverno ainda nem começou e a temporada de resfriados, gripes e das famosas ''ites'' - rinite, sinusite, faringite, laringite e bronquite -  já tem afetado muitos adultos e crianças. A associação de tempo frio e seco com poluição tem causado problemas respiratórios mesmo antes da entrada da nova estação. Mas com medidas simples é possível evitar essas doenças.

De acordo com o professor do curso de Medicina da Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) e clínico geral, Ricardo Luiz Oliveira Franco, nos dias frios é comum que as pessoas permaneçam mais tempo em ambientes fechados, por isso, as proliferações de doenças virais se tornam mais frequentes. ''As mais comuns são as respiratórias, pois são transmitidas por pequenas gotículas expelidas ao espirrar, tossir ou até mesmo ao falar próximo de outras pessoas, além do contato direto com superfícies contaminadas por indivíduos doentes'', afirma.

O Dr. Ricardo Franco, que também integra a equipe do ambulatório médico da UNICID, ainda afirma que, em casos de gripes e resfriados, medidas simples como usar antitérmicos, beber muita água, fluidificar as secreções nasais e  repouso domiciliar, normalmente, são suficientes. Ele explica o motivo: ''As gripes e os resfriados são enfermidades autolimitadas, ou seja, melhoram sozinhas. Os médicos se limitam a prescrever medicação sintomática. A população não deve se automedicar. O uso de antinflamatórios para todas essas viroses das vias aéreas superiores não é recomendada, pois há uma outra virose chamada dengue, às vezes com sintomas muito parecidos com os da gripe, que possui variantes que podem evoluir mal com o uso desta classe de medicamentos'', recomenda. 

Medidas preventivas para adultos:

1.      Evite ambientes fechados e/ou com muitas pessoas; se isso não for possível, abra portas e janelas para ventilá-los;

2.      Previna-se: tomar vacinas contra a gripe e a pneumonia evitam complicações;

3.      Em caso de contágio, não se medicar sem antes consultar um médico que possa indicar o medicamento e a dosagem adequados;

4.      Mantenha o ambiente limpo e arejado;

5.      Beba bastante líquido;

6.      Consuma alimentos ricos em vitamina C, como limão, laranja e acerola;

7.      Lave as mãos com frequência;

8.      Evite fumar e conviver com fumantes.
 

FONTE: Ricardo Luiz Oliveira Franco, cliníco geral e professor da Universidade Cidade de São Paulo.

 

 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário