1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Óleo de coco: Gordura que queima gordura

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

O coco é abundante no Brasil e bem conhecido pela população. Mas poucas pessoas sabem que o fruto apresenta diversos benefícios. Além da água de coco e da polpa da fruta, do coco se extrai também o óleo.

No processo de obtenção do óleo, não são empregados solventes químicos ou altas temperaturas e por isso os fotoquímicos antioxidantes são preservados.

Segundo a coordenadora do departamento de nutrição da Mundo Verde, Flávia Morais, o óleo de coco tem importante papel no combate aos radicais livres e por isso retarda o envelhecimento, previne doenças crônicas como o câncer e reduz as taxas de colesterol sanguíneo.

Além de antioxidantes o óleo de coco é fonte de triglicerídeos de cadeia média (TCM), um tipo de gordura que é rapidamente absorvida e transportada para o fígado cadeia média (TCM), onde é transformada em energia, que aumenta a termogênese e o gasto energético do organismo. O óleo de coco também causa saciedade. Por esse motivo, estudo revelou que o uso do óleo de coco é capaz de reduzir o índice de Massa Corporal (IMC), bem como a circunferência abdominal. “Por isso é uma ótima e saudável opção para quem quer emagrecer” explica Flávia.

O óleo de coco é também rico em ácido láurico, um tipo de gordura de ação antibacteriana, antifúngica, antiviral e antiprotozoária, sendo demonstrado em diversos estudos suas ações em casos como candidíase e gastrite bacteriana (Helicobacter pylori). É também, um potente imunodulador.

Além de sua ingestão ser benéfica ao organismo, o óleo de coco também pode ser utilizado com finalidades cosméticas sem conter conservantes e/ou substâncias químicas alergênicas.

Seu uso na pele atua como hidratante, promove melhora da elasticidade e confere uma aparência mais jovem e sadia. Pode ser massageado diretamente sobre a pele, diariamente, principalmente para peles mais secas. Seu uso também é sugerido para prevenção de estrias que ocorrem por conta da gestação.

O óleo de coco é um alimento com baixo potencial alergênico e, de uma maneira geral, não possui contraindicações quando consumido em uma quantidade de 30-45 ml/dia (2 a 3 colheres de sopa). Recomenda-se começar seu consumo com uma pequena quantidade (equivalente a ½ colher de sopa) e ir aumentando o consumo gradualmente. O consumo excessivo pode levar a diarréia, que cede com a continuidade do uso.

 
É estável quando submetido a altas temperaturas. Porém, para a preservação de seus antioxidantes, recomenda-se que seja utilizado em preparações frias, como saladas, sucos, shakes, em torradas e tapiocas e na finalização de pratos quentes.

 

FONTE: Flávia Morais, coordenadora do departamento de nutrição da Mundo Verde.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário