1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Seu Novo Mapa Astral: Um novo conceito de astrologia

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

O método Huber trabalha com três Mapas: o primeiro é o Mapa Natal ou Radix, comum a todas as outras formas de Astrologia. É o Mapa que congela no tempo o momento do nascimento, a posição dos astros no céu e que imprime na alma humana as energias cósmicas daquele momento. É um Mapa do futuro, um vir-a-ser. À medida que nos desenvolvemos, vamos pouco a pouco realizando este Mapa.

O segundo Mapa é o que chamamos de Mapa de Casas. Ele indica a influência que a educação (pais, professores, igreja, sociedade etc.) exerceu sobre nós, procurando de-senvolver aptidões que não tínhamos ou mesmo bloqueando certas áreas de nossa psique. Este Mapa tem maior peso na infância e adolescência. À medida que nos tornamos adultos, precisamos saber discernir desta influência do meio sobre nós, o que nos é conveniente manter ou descartar. Mas só saberemos verdadeiramente fazer esta seleção se tivermos bastante clareza sobre o que é nosso, o que nos pertence como plano de vida ou o que foi adquirido pela educação. Este Mapa representa o presente, o que carregamos agora.

O terceiro é o Mapa Nodal. É o que chamamos Mapa de "sombra", isto é , aquilo que, vindo do passado, acha-se tão profundamente entranhado no nosso inconsciente que se manifesta às vezes como erupções, outras vezes com uma qualidade já internalizada, e que pode, por isso mesmo, tanto ajudar como atrapalhar nossa vida consciente.

A FORMA: a parte central do Mapa, a estrutura de aspectos (ligações de um planeta para o outro) revela, pela sua forma, a motivação básica da vida de cada um, o propósito da presente encarnação. Responde, pois, a perguntas como essas: Qual é a minha tarefa de Alma? Qual é a contribuição que devo dar na intrincada estrutura do mundo?

A COR : a forma então revela minha tarefa de Alma. Que recursos ou qualidades tenho para realizar essa tarefa? Isso é expresso pelas cores dos aspectos: vermelho, verde e azul, cada um representando uma qualidade com a qual posso expressar-me no mundo.

LOCALIZAÇÃO DA ESTRUTURA NO MAPA: introversão - extroversão, autocentramento - alterocentramento, consciência - inconsciência, indivíduo - coletivo são dados importantes da personalidade que podem ser detectados pela simples observação do espaço que a estrutura ocupa no Mapa.

CONSTITUIÇÃO TRÍPLICE DA PERSONALIDADE

Para o Método Huber há três planetas principais que, na interpretação do Mapa, têm mais peso do que os outros. São aqueles que representam a consciência dos nossos corpos - físico, mental e emocional. A integração destes três num todo harmônico e sua livre expressão no mundo é que constitui o objeto da Psicossíntese. Os outros planetas ou são instrumentos a serviço deles, por isto chamados planetas-ferramenta, ou são os responsáveis pela evolução espiritual da Humanidade, tanto em nível pessoal como coletivo.

O PLANETA ALAVANCA

Mesmo que seja desejável, o funcionamento perfeito e harmônico dos três níveis da personalidade nem sempre acontece num mesmo indivíduo. Às vezes, há uma faceta que se desenvolve mais enquanto as outras duas ficam meio adormecidas. Freqüentemente, temos uma visão distorcida de nós mesmos e então procuramos agir, seja por uma valorização maior da sociedade, seja por querermos inconscientemente corresponder às expectativas que tiveram de nós, não pela parte da personalidade que é mais forte, mas por outra que nos é deficiente e por isso pagamos um preço.

Esta situação é muito comum nos homens que têm a parte emocional da personalidade mais ativa e por pressão e expectativa da sociedade, procuram agir pelo mental, estabelecendo metas que não conseguirão alcançar ou competindo no mundo dos negócios com uma autoconfiança que não têm.

Conhecendo essa situação e agindo de acordo e não contra uma tendência natural, é possível que pouco a pouco as duas outras partes da personalidade sejam desenvolvidas e se integrem perfeitamente à mais forte.

O MODELO FAMILIAR

É indiscutível a importância dos pais no desenvolvimento de nossa personalidade. A Astrologia tradicional já reserva um lugar para o estudo desta relação entre pais e filhos. Para ela, o Sol representa o pai e a Lua, a mãe.

A novidade do Método Huber é que, os mesmos planetas que formam o tripé da personalidade, simbolizando o corpo físico, o mental e o emocional, também são o espelho da trilogia pai - mãe - filho. Se na Astrologia tradicional o filho como tal não aparece no Mapa, no Método Huber, a criança, com sua espontaneidade, maleabilidade e desejo de amor aparece de forma clara. Dos aspectos que os três planetas principais formam entre si, ou da ausência deles, tem-se a descrição do quadro familiar.


O Mapa Astrológico representa a caminhada do ser humano, desde o seu nascimento, passando por todas as etapas de evolução, amadurecimento e cumprimento de seu "Plano" de vida.

Estas etapas de evolução são comuns a todos os homens e mudam num intervalo de seis anos. Melhor dizendo, de seis em seis anos avançamos progressivamente de uma etapa de desenvolvimento psicológico para outra, até o final de nossas vidas. Reconhecê-las nos dá tranqüilidade tanto a nosso respeito como em relação aos outros. Assim, deixa-mos de exigir dos outros e principalmente dos nossos filhos que tenham uma atitude interna para a qual ainda não estão maduros.


Há ainda outras diferenças entre a Astrologia tradicional e o Método Huber. Enumerá-las seria exaustivo e exigiria um conhecimento por parte do leitor dos princípios astrológicos. O que foi enfocado anteriormente constitui a base para a compreensão do funcionamento de nossa personalidade. Será também a base de nossa vivência em grupo quando cada um poderá, através de técnicas simples, entrar em contato com a estrutura e a dinâmica de sua personalidade, com seus conflitos e dificuldades e com a experiência de Centro.

"A meta é viabilizar a integração das várias partes de nossa personalidade, permitin-do-nos uma conexão com o nosso Eu Superior, para desenvolvermos cada vez mais uma qualidade de vida onde reina a harmonia interna." (Andrée Samuel - Psicoterapeuta com formação em Psicossíntese).
 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário