1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Amar nunca é demais: Será que você se ama de menos?

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Quando ouço alguém dizer que sofre porque ama demais pergunto: será que você não se ama de menos? Afinal, o amor é de tamanha amplitude que, a meu ver, não pode jamais gerar sofrimento.

Um bom exemplo é o desespero da personagem Wanda (Natália do Vale) na novela Insensato Coração, diante do fim de seu casamento com Raul (Antonio Fagundes). Infelizmente, mulheres que se revoltam a ponto de comprometerem a própria dignidade são muito comuns. Wanda tenta de todas as formas “prender” o marido a um casamento que já terminou há tempos. Aliás, muito antes dela ser pega na cama com o cunhado; prova concreta de sua insatisfação. Mesmo assim ela não aceita o fim da relação e passa a usar de tristes subterfúgios como ameaças de suicídio e chantagem usando os filhos do casal. Embora essa reação não seja restrita às mulheres, é nelas que se faz mais corriqueiramente.

O que pode levar uma mulher a se humilhar tanto? Amor demais?

Não tenho em absoluto a intenção de julgar ou menosprezar a dor de ninguém. Muito pelo contrário, reconheço o sofrimento da ruptura de uma relação. Não é nada fácil lidar com a perda, as emoções e as inquietudes; acredito, entretanto, que o bom senso deve prevalecer sempre! Existe o tempo de chorar, no entanto, ele deve dar lugar ao tempo de superar. Desespero, desalento e aflição só pioram uma situação que já é dolorida demais. Assim, se o amor que você sente por outra pessoa a está fazendo sofrer; penso que esse seja o momento oportuno de refletir sobre seus sentimentos.

O amor obsessivo e controlador podem fazê-la adoecer, transformando sua vida em um estado constante de ansiedade. Talvez fosse interessante repensar sobre o que realmente significa essa ruptura em sua vida no sentido de tentar entender qual a razão de querer manter uma relação que não é satisfatória. Amar alguém mais do que a si mesmo é um contra-senso, pois, o amor se desenvolve dentro do ser e ai sim se expande para os outros. É preciso pensar no porque de sentir que o outro é essencial na sua vida, afinal, verdadeiramente, só você o é.

E enfim, encontrar-se com si mesmo, com sua própria essência, cultivado valores que a dignifiquem como ser humano e mulher. Aí sim você estará pronta para ser amada e admirada, pois, ninguém sentirá isso antes de você mesmo. Tornando-se uma mulher mais segura, com certeza, tornar-se-á mais interessante, pois, uma das características mais marcantes no homem é a necessidade de conquistar. Pessoas seguras são invariavelmente mais atrativas, portanto, aprenda a se relacionar sem expectativas exageradas, compartilhe o amor sem cobranças e jamais teça planos para os dois sem a participação dele.

Você merece ser amada e não pode se contentar com menos. Se ele não sabe valorizar seus sentimentos, paciência. Você encontrará o amor outra vez quando desistir definitivamente dele e sublimar a perda e a ausência. Lembre-se de que quanto menos cobrança você fizer e quanto mais liberdade der ao seu parceiro, mais chances terá de experimentar momentos felizes com ele.

Ame-se demais e seja feliz!

FONTE: Suely Buriasco - educadora e mediadora de conflitos.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário