1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Feliz Ano novo e boa digestão: Evite os transtornos gastrointestinais no dia seguinte

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Da Redação BemZen

Mesa farta e temperatura elevada, uma combinação que pode virar um tormento para milhares de brasileiros na festa de fim de ano. É verão no Brasil, época imprópria para consumir os produtos da ceia importados da tradição europeia dos nossos colonizadores.

Se você é daqueles que não abrem mão desses alimentos gordurosos e altamente calóricos só há uma coisa a fazer, controlar a ingestão deles. “Estes alimentos podem levar a um transtorno alimentar que vai de uma simples gastroenterocolite (com náuseas, vômitos e diarreias) até quadros mais graves com desidratação e infecção intestinal necessitando em alguns casos de internação hospitalar “, afirma o cirurgião gástrico, Gerson Gomes da Silva.

Há ainda, o risco de contaminação de alimentos seja pelas condições climáticas desfavoráveis, seja pelo manuseio inadequado do alimento com quebra da cadeia quente-frio. “É importante observar bem, o estado dos alimentos frescos, a data de validade de alimentos industrializados, a características das embalagens se não estão violadas, rompendo assim o mecanismo de segurança de conservação”, acrescenta o Dr. Gerson.

Dr. Gerson Gomes, cirurgião do Aparelho Digestivo, apresenta os sintomas e formas de prevenções dos transtornos gastrointestinais, além de dicas para preparar a ceia

Alerta

Para identificar o grau de infecção alimentar é preciso estar atento a alguns sintomas:

Os casos mais leves - refluxo gastroesofágico:  azia, náuseas, eructação, distenção abdominal.
As Gastroenterocolites - se caracterizam por dispepsia como os do refluxo mais os quadros intestinais como, distensão abdominal, dores abdominais tipo cólicas, flatulência, diarreia.
Dor Torácica - muitas vezes se confunde com o infarto levando o paciente, invariavelmente, ao pronto socorro, principalmente os portadores de  Doença do Refluxo Gastroesofágico.

Os casos mais graves – É quando há a concomitância de infecção, podem surgir calafrio, febre, muco e sangue nas fezes.
A desidratação - pode acometer mais facilmente crianças e idosos que estão mais suscetíveis a sintomas como sonolência, tontura, confusão mental e desmaios.

Prevenção

Neste período as medidas preventivas para uma Boa Saúde incluem hidratação com suco de fruta, água e substâncias isotônicas tipo Gatorade e Água de coco entre outros.
Deve-se evitar lugares muito aquecidos e roupas que dificultem trocas do calor com o meio ambiente.
Evitar o uso abusivo de bebidas, principalmente as destiladas. As bebidas de maior teor alcoólico irritam o aparelho digestivo.
A composição do cardápio também é importante, evitando alimentos que sabidamente são agressores do tubo digestivo quando associados entre si, como carne de porco, molhos, queijos gordurosos, castanhas e doces com adição de gordura. 
Não devemos incluir volumes nas refeições  e sim porções menores fracionadas durante o dia, consumidas com uma boa mastigação em intervalos regulares. Comer com pressa não faz bem a ninguém.

“Os pacientes portadores de doenças gastroenterológicas, diabetes, hipertensão arterial sistêmica, doenças metabólicas, dislipidemias, hiperuricemias, gota, doenças autoimunes, alergias, bem como aqueles que apresentem doenças que se caracterizam por intolerância alimentar, tais como os celíacos e aqueles que não podem consumir leite e seus derivados, devem procuram orientações de seus médicos e nutricionista para evitar surpresas desagradáveis e garantir uma ceia farta de saúde”, conclui Dr. Gerson Gomes

Fonte: Dr. Gerson Gomes é Cirurgião do Aparelho Digestivo, Membro da Federação Brasileira de Gastroenterologia – FBG, da American Gastroenterological Association – AGA, membro do Corpo Clínico dos Hospitais Israelita Albert Einstein e São Luiz

 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário