1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Luta contra a AIDS: Use camisinha e vença o preconceito

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Da Redação BemZen

Dia 1º de dezembro é uma data símbolo de conscientização. Eleita no calendário como o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, a ocasião estimula a discussão acerca do tema e da quebra de tabus. Escolas e empresas se abrem para debates mais intensos sobre a doença, os sintomas, a prevenção e a convivência com os soropositivos.

Este ano, a campanha do Dia Mundial tem como público primordial os jovens de 15 a 24 anos. Essa escolha foi feita ao se levarem em consideração dados comportamentais como o maior número de parceiros casuais dos jovens em relação aos não-jovens e o elevado índice de jovens (40%) que declaram não usar preservativo em todas as relações sexuais.

Os objetivos da campanha são desconstrução do preconceito sobre as pessoas vivendo com HIV/AIDS e a conscientização dos jovens sobre comportamentos seguros de prevenção. Para isso, o tema da campanha será: “O preconceito como aspecto de vulnerabilidade ao HIV/AIDS”.

O HIV é causado por um vírus que ataca o sistema imunológico e sua cura ainda não foi descoberta. O preconceito e o estigma associados à doença ainda são as maiores dificuldades enfrentadas pelos portadores do vírus para conseguirem manter a vida normalmente. O vírus não é transmitido pelo abraço, beijo ou convívio social. O contágio se dá, principalmente, por relações sexuais desprotegidas, compartilhamento de seringas e, para crianças, por meio da gestação ou amamentação.


Relatório das Nações Unidas e OMS revela que o número de novos casos de contaminação com o vírus da AIDS está diminuindo


Relatório publicado, no dia 23 de novembro, pelo Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Aids, Unaids, e a Organização Mundial da Saúde (OMS) revela uma redução de 20% nos novos casos de contaminação, se comparada com a situação de 10 anos atrás. O diretor-executivo do Unaids, Michel Sidibe, disse que os investimentos em prevenção e tratamento estão dando certo, mas segundo ele, ainda há muito trabalho a ser feito.

Investimento em tratamentos com antiretrovirais - medicamentos que reduzem a carga viral do HIV e, consequentemente, diminuem a probabilidade de progressão da doença – é o principal motivo para a diminuição dos casos. Outra razão, é o uso de preservativos nas relações sexuais.


O uso correto de preservativos garante proteção total contra a AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis.


Jontex, marca líder de preservativos no Brasil, preparou uma lista de cuidados essenciais com o produto para garantir uma relação sexual tranquila e protegida:

- Fique atento com a validade do produto. Isso garante maior segurança e proteção para o casal contra doenças e gravidez indesejada;

- O preservativo deve ser aberto somente na hora do uso. Deixá-lo aberto sem utilização resseca o látex, facilitando a ruptura do produto;

- Não utilize tesouras ou qualquer objeto cortante para abrir a embalagem. Anéis, dentes e unhas longas também podem danificar o material;

- Não utilize vaselina, óleo ou nenhum lubrificante que não seja indicado para o ato sexual. Prefira os que sejam à base de água;

- Nunca utilize dois preservativos ao mesmo tempo. A fricção das duas camadas de látex pode causar rupturas, além de incômodo ao usuário, por pressionar demais o órgão genital;

- Após a utilização, o preservativo deve ser retirado com cuidado, dar nó na ponta para evitar que o líquido vase e descartado em seguida.  



 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário