1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Olheiras, não!: Como diminuir as manchas que tanto incomodam

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Elas são manchas arroxeadas e acastanhadas ao redor dos olhos, . Um dos seus maiores objetivos é quebrar a estética do rosto e denunciam uma noite mal dormida. Esta é a função das temidas olheiras.

As olheiras são causadas pela pigmentação escura nas pálpebras inferiores associada a uma discreta depressão local e são responsáveis por uma moldura indesejada ao redor dos olhos. Elas têm um forte componente genético e racial e dificilmente você irá escapar delas.

A principal causa é o excesso de vasos sanguíneos sob a pele que cobre as pálpebras inferiores. Elas também podem surgir devido à dificuldades circulatórias ou a concentração de melanina (pigmento que dá cor à pele) sob os olhos. O sol e a gravidez também podem aumentar a produção deste pigmento.

"E não é só isso, o período pré-menstrual, as bebidas alcoólicas e o fumo, o calor, choro e medicamentos para pressão alta ou para doenças do coração são fatores que deixam os vasos mais dilatados, concentrando mais sangue nesta região, e acentuando os círculos escuros", explica o dermatologista Cláudio Mutti, da Clinica Visia, em São Paulo.

E cada vez mais as pessoas fazem de tudo para tentar apagar as olheiras, como: as receitas antigas compressas de chá-de-camomila (uma solução paliativa), colocar colher gelada sobre as mesmas e a mais utilizada pelas mulheres: maquiagem forte nesta região. Porém, cada vez mais as pessoas vem procurando os tratamentos estéticos para tentar aliviar essas manchas.

Um dos tratamentos mais indicados nos dias de hoje são as técnicas modernas de laser, cremes com vitamina C, injeções de vitamina K e ácido retinóico ou glicóico. "Todos esses tratamentos devem ser repetidos com frequência, pois as olheiras não somem na primeira aplicação, os melhores resultados são obtidos com a aplicação de lasers, que explodem os pigmentos de melanina, tratam os vasos e amenizam o problema", afirma Cláudio Mutti.

Existem vários tipos de lasers para olheiras. O laser Alexandrita, por exemplo, trata olheiras causadas pelo depósito de melanina. Já o aparelho de luz pulsada mais laser, conhecido como Quantum, é outra opção. Ele emite descargas de luz que agem na rede de vasos abaixo da pele e na pigmentação das camadas superficiais, diminuindo a coloração castanho-arroxeada.

Além disso, aumenta o teor de colágeno da pele, diminuindo a flacidez e dando um aspecto mais jovial à pele. "Aliviar as olheiras e poder evitá-las é possível,  mas é necessário se conscientizar e fazer uma mudança de hábito desde dormir bem, ter uma alimentação saudável, evitar o álcool e o tabagismo, diz.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário