1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Alimentação infantil: Mitos e verdades sobre os suplementos alimentares

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Muitos pais enfrentam uma verdadeira batalha na hora das refeições. Depois de broncas, ameaças, choros e manhas, alguns se dão por vencidos e acabam deixando que a própria criança decida o que vai comer ou até se vai comer. Diante dessa dificuldade, a pergunta que vem a cabeça é: como evitar consequências futuras da possível falta de nutrientes?

É justamente neste momento que os suplementos nutricionais mostram-se como uma boa opção. Por outro lado, com a grande a oferta de produtos e informações, fica difícil decidir qual escolher. De acordo com o pediatra e nutrólogo Mauro Fisberg, os pais devem escolher produtos com a fórmula balanceada, capazes de oferecer micro e macronutrientes.

Veja quais são os mitos e as verdades sobre os suplementos alimentares.

Suplemento nutricional infantil é indicado para qualquer criança, maior de um ano, que não se alimenta bem.
VERDADE - Os suplementos nutricionais são alimentos, por isso, não têm contra-indicação.

Suplemento nutricional pode fazer com que a criança engorde descontroladamente.
MITO - Quando o suplemento tem fórmula balanceada e equilibrada, principalmente no que diz respeito à distribuição calórica, não interfere no aumento de peso da criança normal.

O suplemento nutricional não atrapalha, nem substitui as refeições.
VERDADE - O suplemento nutricional é uma alternativa de incrementar a dieta infantil, de manter a criança nutricionalmente estável.

Suplemento nutricional e alimento enriquecido estão na mesma classe de produtos.
MITO - Os suplementos nutricionais oferecem macro e micronutrientes, ou seja, são fonte de proteínas, lipídeos e carboidratos, bem como, de vitaminas e minerais. Por trás da formulação destes produtos existem quantidades destes nutrientes adequadas ao consumo diário necessário e indicado para as crianças. Já o alimento enriquecido é aquele ao qual foi adicionada uma substância nutriente, com o objetivo de reforçar o seu valor nutritivo, seja repondo quantitativamente os nutrientes destruídos durante o processamento do alimento, seja acrescentando nutrientes em nível superior ao seu conteúdo normal.

Os suplementos são capazes de prevenir deficiências no crescimento e desenvolvimento infantil.
VERDADE - O déficit nutricional causado por má alimentação pode afetar o sistema imunológico, causar lesões cutâneas e até alterações no paladar. Com um suplemento nutricional a criança tem supridas tais deficiências e assim fica menos exposta a riscos diretos em seu desenvolvimento.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • #1 Nana
    14/04/2011 15:18

    Primeiro, as orientações são para crianças de que idade? Não é porque um nutrólogo indica o uso de suplemento alimentar para crianças, que isso deve ser seguido sem critérios. As respostas são evasivas, e indicam apenas que a matéria em questão possui motivos mais que de informar, mas induzir ao consumo. Basta ver a propaganda dos suplementos, veiculadas atualmente. Então, vocês acreditam mesmo que suplementos alimentares podem substituir uma boa refeição para uma criança?? Isso beira falta de compromisso com a saúde infantil. Ainda mais por ser tendenciosa, abrindo espaço para os enganos das propagandas, e do comércio desses produtos. Está na hora de jornalistas e afins começarem a atuar com maior responsabilidade quanto ao que divulgam, aproveitando o espaço que possuem.

Deixe seu comentário