1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Sexo depois dos 40, sim!: Quem pensa que chegar aos 40 anos é sinal de descanso, está enganado. Vida sexual ativa após essa idade mostra saúde física e psicológica

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Menopausa no caso das mulheres. Andropausa para os homens. Aos 40 anos, muitas pessoas começam a sofrer mudanças físicas e psicológicas. No caso deles, cerca de 25% são afetados por essa nova fase. Mas o que muitos não sabem é que a partir dessa idade, a vida sexual deve ser mantida, pois é fonte de prazer e relaxamento no dia-a-dia.

No homem, o que ocorre com maior freqüência por volta dos 40 anos é a queda da atividade sexual ligada a questões físicas, psicológicas e emocionais, muitas vezes relacionadas a um casamento desgastado. A situação pode levar a disfunções sexuais, como a Disfunção Erétil (DE), a mais comum delas.

A Disfunção Erétil consiste na incapacidade de obter ou manter o pênis ereto para um desempenho sexual satisfatório. Estima-se que a prevalência de algum grau da doença na população masculina brasileira acima de 40 anos é de 48%. A disfunção está associada a problemas orgânicos, psíquicos ou mistos e pode ser de intensidade leve à completa. Para todos os graus, existem terapias específicas e medicamentos orais, entre eles o Viagra, (citrato de sildenafila), que facilita a ereção peniana.

Nas mulheres, a queda drástica na quantidade de estrogênio, o hormônio sexual feminino, é chamada de menopausa. Esse processo marca o fim da vida reprodutiva e tem como sintomas a redução do desejo sexual, a diminuição da lubrificação vaginal e alterações de humor.

Os sintomas de disfunção sexual mais frequentes são o baixo ou nenhum desejo sexual, não conseguir atingir o orgasmo nem manter a excitação durante a atividade sexual e sentir dor durante a relação. Para superar as dificuldades e manter uma vida sexual saudável após os 40 anos, os especialistas recomendam a procura de psicólogos e médicos especializados, como urologistas e ginecologistas.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário