Ir para o site

Ir direto para o conteúdo

Blog Bem Zen

Eu sou a porta

Osho, o Iluminado

Osho tinha 21 anos de idade quando ocorreu sua Iluminação. Era um 21 de março, em 1953. Desde então, incontáveis corações em todo o mundo passaram a banhar-se daquela extraordinária presença de amor e humor, rebeldia e sacralidade.
Celebro, ao lado de tantos e tantos companheiros de viagem, a presença de Osho a cada segundo de minha vida, em absoluta gratidão.
De Osho, sobre a importância de encontar um mestre:
“Quando vocês entram pela primeira vez no mundo da não-mente, ele se parece com a loucura – a “noite escura da alma”, a noite louca da alma. Todas as religiões observaram este fato; por isso todas as religiões insistem na necessidade de encontrar um mestre antes de vocês começarem a entrar no mundo da não-mente – porque o mestre estará a seu lado para ajudá-los, para dar-lhes apoio… Ele estará a seu lado para interpretar para vocês o novo. Este é o significado de um mestre: interpretar o que não pode ser interpretado, indicar o que não pode ser dito, mostar o que é inexprimível. Ele vai estar a seu lado, inventar métodos e maneiras de vocês continuarem no caminho – do contrário, é possíel que vocês comecem a desviar-se dele… Foi por isso que Buda disse: “ Afortunado é o homem que encontrou um mestre”. Eu mesmo estava trabalahndo sem um mestre. Procurei, mas não consegui encontrar sequer um. Não que eu não tenha procurado; procurei durante muito tempo… É muito raro encontrar-se um mestre; é raro encontrar um ser que se tornou um não-ser; é raro encontrar uma presença que é quase ausência. É raro encontrar um ser humano que seja simplesmente uma porta para o divino; uma porta aberta para o divino que não obstrua vocês; uma porta através da qual vocês possam passar. É muito difícil… Jesus disse muitas vezes: “Eu sou a porta, eu sou o caminho, eu sou a verdade. Sigam-me, passem através de mim. E, a não ser que passem através de mim, vocês não serão capazes de alcançar.” Sim às vezes acontece de uma pessoa ter de trabalhar sem um mestre. Se o mestre não estiver disponível, a pessoa terá de trabalhar sem ele, mas então a jornada será muito perigosa…”
Somos gratos, Osho, por ter mudado a história da espiritualidade e a história de vida de cada um de seus discípulos e amigos. Namaste!

Sobre Swami Devam Bhaskar

Instrutor da Oneness University (Índia), consultor na área da comunicação para a transformação social e jornalista dedicado aos Direitos Humanos, Bhaskar é discípulo de Osho desde 1982. Viveu na comunidade de Rajneeshpuram em 84 e 85, onde entrevistou Osho em três oportunidades: duas vezes para o Correio Braziliense e uma vez para a Folha de S. Paulo. Osho lhe deu o nome Swami Devam Bhaskar (do sânscrito Divino Deus Sol). Em 2005 conheceu os avatares Sri Amma e Sri Bhagavan, fundadores da Oneness University (Universidade da Unidade) e em 2009 passou a ministar workshops de crescimento espiritual, incluindo iniciação dos participantes como Doadores de Diksha (a Benção da Unidade). Como jornalista (normalmente assina como Geraldinho Vieira), dirigiu a ong ANDI – Agência de Notícias dos Direitos da Infância (atualmente ANDI - Comunicação e Direitos) e escreve aos domingos para o Blog do Noblat sobre temas relacionados à agenda dos direitos humanos. Ainda sobre temas de espiritualidade, escreveu também para a revista Época Negócios, Guia Lotus, Jornal de Brasília e Correio Braziliense. Bhaskar vive na Chapada dos Veadeiros (Goiás), casado com a fotógrafa Mila Petrillo (Ma Anand Niranjana).

Comentários

  1. Vidroh says:

    Querido Bhaskar, como lhe disse sábado passado no Rio de Janeiro após receber a Nayana Deeksha por seu intermédio e agradecer o Seu convite para receber está Benção Maravilhosa cheguei até Vc por meio de nosso querido Osho. Minha busca andava estagnada na beira do Oceano pela falta da gratidão e da entrega que começo aprender e a conhecer um pouco após a Nayana Deeksha recebi por seu intermédio. Agora confiante, estou me despreparando para o mergulho final ou para que o Oceano caia sobre mim levando este restante resistente de ego gostaria de continuar contando com sua ajuda abençoada.
    Com amor e gratidão a Você,a AmmaBhagavan a Osho ea todos os mestres que veem me apontando e colocando no Caminho.
    Namastê
    Vidroh

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>