Ir para o site

Ir direto para o conteúdo

Blog Bem Zen

Enxergando através da neblina

Os trânsitos de Netuno em nossa vida

Por Titi Vidal

Vivemos momentos ligados a cada um dos planetas. Um deles é Netuno, que demora tanto para dar a volta no zodíaco que nunca vivemos essa experiência em todas as áreas da nossa vida.

Netuno é o planeta ligado aos sonhos, a imaginação, a intuição. Fala também de ilusão e desilusão, podendo gerar confusão e escapismo. O fato é que nem tudo é o que parece quando o assunto é Netuno.

Quando vivemos um trânsito deste planeta em nosso mapa, tudo fica nebuloso. A sensação é: estamos dirigindo rumo a uma cidade que nunca fomos antes. É noite, está chovendo e a neblina está presente. Só sabemos que precisamos chegar na tal cidade desconhecida, que imaginamos como pode ser (ou nem isso). Ao longo da estrada, correr pode ser perigoso, pois a visibilidade é pequena. Aumentar os faróis pode ser complicado e tornar tudo ainda mais nebuloso. O jeito é seguir adiante com cautela, devagar, com atenção ao momento presente e àquele ponto da estrada. Não dá para ver adiante. Nem é possível ver com clareza a paisagem da estrada na qual estamos dirigindo. O jeito é confiar.

É por isso que nos momentos em que Netuno nos influencia não adianta tentar explicar, controlar ou enxergar desesperadamente o que está acontecendo. É preciso sentir, confiar, acreditar. A intuição é a grande aliada nestes momentos. O melhor que podemos fazer é ligar nosso radar interno e fazer com que ele nos guie da melhor maneira possível, caminhando para o desconhecido e acreditando naquilo que não se vê.

Claro que neste percurso podem haver ilusões e desilusões. É possível que muita coisa perca o sentido ou simplesmente desapareça de nossa vida. Mas é justamente a oportunidade de encontrarmos um sentido em tudo que acontece, percebendo o significado maior de tudo.

Por isso também são bons momentos para o autoconhecimento e o contato com a espiritualidade, que podem ajudar muito, sem falar que há mais abertura e facilidade neste sentido. Isso porque assim como Netuno ilude é capaz de tirar o véu da ilusão, trazendo clareza quando paramos para sentir o que está acontecendo. Isso é a desilusão: deixar de estar iludido, o que é positivo, apesar de trazer tanto sofrimento, já que nos acorda para a realidade e nos faz perceber qual o verdadeiro sentido e propósito de tudo.

Assim, em momentos de Netuno, ou seja, em fases de mais confusão ou inspiração, o melhor a fazer às vezes é não fazer, é simplesmente deixar acontecer com atenção sincera aos sentimentos e os sentidos, sintonizando antenas para que captem melhor os sinais, os sonhos, as sincronicidades. Somente assim é possível atravessar um momento netuniano sem tanta confusão, ilusão ou sofrimento. Pelo contrário, quando nos conectamos com esse lado mais intuitivo, podemos nos guiar pela neblina com fé e confiança, encontrando inspiração e percebendo como tudo pode fazer muito mais sentido em nossa vida.

Sobre Titi Vidal

Astróloga, Radiestesista e Taróloga. Desenvolveu a Mesa Astroradiônica. Licenciada pela Astrobrasil. Vice Presidente da CNA - Central Nacional de Astrologia. * www.titividal.com.br * titividal@titividal.com.br

Comentários

  1. Pingback: Novo artigo no blog Bem Zen | Titi Vidal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>