Ir para o site

Ir direto para o conteúdo

Blog Bem Zen

Gosto – cada um tem o seu

Crédito: Stock.XCHNG

Os astros e os gostos

Por Titi Vidal

Como diz o ditado: gosto é que nem pescoço, cada um tem o seu. E é assim mesmo! Seja qual for o assunto, cada um gosta de uma coisa diferente. Isso vale para alimentação, roupas, decoração da casa, filmes, músicas, hobbies e pessoas. Astrologicamente isso tem explicação.

Cada um tem características em seu mapa astrológico que mostra em cada área, em cada assunto, o que tendemos a gostar, o que nos satisfaz, o que é bom para cada um de nós. O mapa é sempre único, pois leva em consideração o momento e o local exatos do nascimento. Portanto, cada mapa é individual, já que o céu não se repete. Isso significa que cada área de nosso mapa é individual e que nossos gostos são igualmente únicos.

No mapa, podemos identificar se há uma harmonia, se a tendência é o bom gosto, se o gosto em geral é mais clássico, tradicional ou se tende a ser mais alternativo ou exótico. Como já dito, isso vale para qualquer assunto. Podemos identificar no mapa quais as tendências alimentares, por exemplo, se a pessoa gosta de comidas mais naturais, muito temperadas ou exóticas. Vemos o tipo de roupa, se há um gosto mais clássico ou alternativo, mais comportado ou vulgar.

O mapa também mostra se a decoração da casa tem mais ou menos importância, se tende a ser uma casa mais organizada e bonita, etc. Vemos também no mapa que tipos de hobbies mais nos agradam, se preferimos as atividades intelectuais, que tipo de leitura pode ser mais cativante, etc. Que tipo de pessoas gostamos também é algo possível de se observar num mapa astrológico, que fala muito sobre nossos relacionamentos e tudo que tem a ver com eles.

Além de falar dos nossos gostos, é interessante pensar que o mapa mostra também se nosso gosto tem afinidade com nossa personalidade, se realmente gostamos do que nos faz bem ou se gostamos de coisas que não tem nada a ver com a nossa essência. Se isso acontece, ter consciência disso ajuda a ajustar um pouco mais o que gostamos ao que somos e isso leva a uma vida melhor.

De qualquer forma, o mais importante que a Astrologia nos fala a respeito dos gostos é que cada um tem mesmo o seu e que é muito mais saudável respeitar o que gostamos e o que nos faz bem do que tentar gostar do que está na moda ou daquilo que o outro gosta. Por isso, o jeito é gostar do que se gosta, ajustando os gostos à própria essência e sendo feliz respeitando o próprio gostar. Sem falar que quando compreendemos isso, também fica mais fácil respeitar o gosto dos outros, já que entendemos que em termos de gosto, cada um tem mesmo o seu.

Sobre Titi Vidal

Astróloga, Radiestesista e Taróloga. Desenvolveu a Mesa Astroradiônica. Licenciada pela Astrobrasil. Vice Presidente da CNA - Central Nacional de Astrologia. * www.titividal.com.br * titividal@titividal.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>