1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes


Copos descartáveis: Cuidado com o impacto ambiental

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

A busca por soluções práticas no cotidiano é uma realidade do estilo de vida atual. A praticidade pode ser uma grande aliada ao ganho de tempo, porém, nem sempre o que é mais fácil e mais rápido é o melhor para o meio ambiente. A substituição de copos plásticos é uma atitude diária pequena que pode significar grandes mudanças de comportamento sustentável.

É muito comum que ambientes de trabalho, academias e estabelecimentos comerciais, de uma maneira geral, forneçam água disponível para consumo em filtros de água e copos plásticos descartáveis. Apesar de ser 100% reciclável, para a reciclagem ser iniciada é necessário que o copo plástico esteja limpo, ou seja, há um grande gasto de água e sabão associado ao processo. Além disso, o plástico é feito de uma fonte de recursos não renovável – o petróleo – e, em sua produção, emite dióxido de carbono, um dos gases responsáveis pela aceleração do efeito estufa. 

Ao contrário do que muitos pensam, a reciclagem de copos descartáveis é muito pequena quando comparada à quantidade produzida. Isto porque os compostos químicos utilizados como matéria-prima para a sua confecção são muito baratos, como, por exemplo, o poliestireno. O impacto desse lixo sobre o meio ambiente é imensurável, visto que seu processo de decomposição é lento, poluindo rios, mares, matando espécies aquáticas que ingerem esse material, sobrecarregando aterros, e dificultando o processo de decomposição da matéria orgânica no solo.

Indubitavelmente, existem vários impactos negativos na utilização de copos plásticos descartáveis e pequenas mudanças de atitude, como a substituição por copos de vidro, garrafas, canecas, podem diminuir significativamente o seu uso descontrolado, um grande passo para a preocupação com futuras gerações, traduzindo o conceito de sustentabilidade.

*Juliana Carani é Bióloga

juliana.carani@gmail.com

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias



Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário