1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes

Acupuntura e câncer de mama: Como a terapia ajuda no tratamento

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Por Aline Moura
Equipe Bemzen

Outubro é considerado o mês de conscientização mundial sobre o câncer de mama. São realizadas diversas ações para mobilizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce e, assim, ajudar a combater esta doença que mata milhares de mulheres todos os anos. Para quem sofre da doença, a saída é buscar tratamentos que priorizam e melhoram o bem-estar e aliviam os sintomas das fortes medicações. Uma das formas de amenizar os sintomas do tratamento que tantas mulheres sofrem é a acupuntura.

A técnica é muito eficiente na redução de efeitos colaterais no tratamento do câncer. Sintomas como náusea, vômitos, transpiração excessiva, queda da imunidade, depressão, tristeza e calores são bem controlados pelo método milenar chinês, além da diminuição das dores e efeitos colaterais da quimioterapia que sempre incomodam as mulheres nesse período tão difícil de recuperação. A acupuntura melhora o sono, aumenta os hormônios da alegria (serotonina e endorfina) e reduz os sintomas da medicação obrigatória por cinco anos.

“A acupuntura possui outros benefícios, como aumento da sensação de bem-estar, mais energia e disposição e até mesmo maior desejo sexual”, afirma a Dra. Aparecida Enomoto, graduada em Medicina Tradicional Chinesa – MTC, com especialização em acupuntura. A técnica oriental com agulhas é muito eficiente no combate a dores e não possui efeitos colaterais, ao contrário de tratamentos tradicionais, que mexem com a libido, aumentam o peso, causam náusea, entre outros incômodos. 


Acupuntura proporciona inúmeros benefícios no tratamento do câncer de mama, mas existem algumas restrições


Porém, a especialista sinaliza algumas restrições. “Nas pacientes submetidas à quimioterapia ou radioterapia a acupuntura é realizada sem agulhas, casos em que qualquer método invasivo é proibido. Outra restrição no uso das agulhas é quando ocorre à retirada dos gânglios linfáticos da axila (esvaziamento axilar) ou a mastectomia, uma cirurgia de retirada total ou parcial da mama”, destaca a Dra. Aparecida.

“Entretanto, quando a paciente está somente na fase da medicação obrigatória de cinco anos, é possível realizar a terapia com agulhas, mas deve-se evitar a região dos membros superiores quando ocorreu esvaziamento axilar e a mastectomia”, explica a especialista.

Atualmente, tratando um câncer de mama, a dona de casa Geni Simões, de 60 anos, descobriu na acupuntura um aliado e acredita que a terapia está contribuindo com o seu tratamento. “Quando comecei a fazer acupuntura estava muito debilitada, muito fraca. A partir da primeira sessão já senti muito resultado, disposição, menos enjoo e moleza. Melhorou as dores no corpo e nas pernas, que eram muito. A imunidade também aumentou bastante”, afirma a dona de casa, que faz acupuntura duas vezes por semana.

Diversas pesquisas mostram os benefícios da técnica oriental. Noticiado em junho pelo jornal Correio Braziliense, um novo estudo realizado no Centro Clínico da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, demonstrou a eficácia da acupuntura para combater a dor e o enrijecimento articulares de pacientes que sofrem de câncer de mama e são tratadas com terapia hormonal. Esses sintomas são efeitos colaterais comuns e afetam cerca de 50% das mulheres que fazem o tratamento à base de inibidores da aromatase, substâncias que bloqueiam a sintetização do estrogênio.

“Como os inibidores de aromatase tornaram-se uma opção muito popular e eficaz para algumas pacientes de câncer de mama, nosso objetivo foi encontrar uma opção não medicamentosa para combater os efeitos colaterais e aumentar a qualidade de vida. Além disso, por causa das dores, muitas pacientes abandonam o tratamento”, afirmou ao Correio Braziliense o médico Dawn Hershman, principal autor do estudo e vice-diretor do programa de câncer de mama do Herbert Irving Comprehensive Cancer Center do New York-Presbyterian Hospital.

A prática da acupuntura deve ser realizada por um profissional bem qualificado. Ele poderá avaliar qual a melhor opção para cada caso. No entanto, antes de iniciar a acupuntura ou outra terapia, é importante consultar o médico que faz o acompanhamento do tratamento de câncer de mama.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

Bemzen Shop



© bemzen. Todos os direitos reservados.

Webroom Soluções Interativas