1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes

Música espiritual: Um cântico novo

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

“Cantai louvores ao Senhor todas as gentes, povos todos festejai-o” (Sl 116). Este é apenas um dos vários Salmos relacionados à música encontrados na Sagrada Escritura. Uma vez, ouvi dizer que a Bíblia é o manual de instrução do ser humano. Gostei muito dessa analogia, pois na Bíblia estão contidas todas as instruções para a felicidade do homem, o que ele deve ou não fazer. Ora, se é assim, a convocação é clara: Cantai ao Senhor.

Desde os primórdios, o canto sempre esteve presente na vida das comunidades. Foi a primeira forma de expressão musical, antes da instrumentação propriamente dita. Isso nos leva refletir que Deus imprimiu na alma do homem o canto e a expressão musical. Em vários momentos, na Sagrada Escritura, Ele nos relembra e nos recobra essa graça a nós conferida. É uma questão de justiça devolver a Deus o que é Dele por direito.

Mas o Senhor não quer somente que cantemos. Como diz o próprio Salmo, Ele quer que cantemos juntos: “todas as gentes e povos”. Estando na comunidade Canção Nova há quase 10 anos, como missionário do Ministério de Música, tive a oportunidade de vivenciar alguns fatos relacionados a essa ordem divina: Cantar todos.

Tenho uma experiência pessoal que retrata este desafio. Quando comecei minha formação espiritual na cidade de Lavrinhas, no interior de São Paulo, o mestre dos noviços, Diácono Nelsinho Corrêa, formou um coral. Entretanto, nosso grupo tinha algumas limitações técnicas e todos sabiam disso. Mas, era mais importante obedecer à vontade do Senhor expressa em seu maravilhoso salmo: “Cantai louvores ao Senhor todas as gentes, povos todos festejai-o”. A experiência foi gratificante. Nós cantávamos em conjunto e fazíamos com que o povo cantasse conosco. Assim cumpríamos a Palavra do Senhor.

Mesmo com todas as nossas limitações, nós conseguimos realizar o que Deus nos pediu. E tivemos a notícia de muitos testemunhos a nosso respeito que diziam como o nosso canto estava atingindo os corações.

Portanto, fica o convite a todos os cantores, afinados ou não. Cumpram esse maravilhoso convite do Senhor, pois Ele tem um propósito para o nosso canto. E mais importante do que conhecer as exigências técnicas que a música requer, é saber que o canto é, acima de tudo, um estado de alma. Podemos expressar no som que sai da nossa voz o melhor de nós. Assim estaremos nos esforçando para dar a Deus o que Ele merece: Louvores.

Por Carlos Tocco - músico e diretor artístico da Gravadora Canção Nova.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias

Comentários

  • #1 rogerio rocha
    25/08/2011 13:40

    O que o TOCO escreve a cima é a pura verdade. fui parte deste coral limitado na voz, mas que realmente tocou as pessoas que ouvianos. sou testemunha que mesmo sendo limitado Deus nos usou para realizar os milagres necessários. quando nos deixamos ser guiados por Deus passamos a ser um sinal de luz num mundo repleto de trevas. Um abraço cheio de saudade de todos que fizeram parte deste coral . PAX ET BENE!!

Deixe seu comentário

Bemzen Shop



© bemzen. Todos os direitos reservados.

Webroom Soluções Interativas