1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes

Beleza na gravidez: O que as futuras mamães devem fazer para manter a pele saudável

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Durante a gravidez existem modificações hormonais que se manifestam de modo considerável na pele. Essas mudanças se devem principalmente ao aumento dos níveis de estrógenos. A pele se torna tensa e frágil devido ao aumento da vascularização.

Na face, pode surgir o melasma que acentua com a radiação solar. Clinicamente, são manchas simétricas nas bochechas e nariz, ou de uma máscara que ocupa toda a face, respeitando a zona ao redor dos olhos, boca e a região próxima ao couro cabeludo. Isso se deve ao aumento de estrógenos ou de hormônio melanócito estimulante.

Veja o que pode mudar no seu corpo durante os nove meses de gestação:

Cabelo
A gravidez tem relativamente poucos efeitos sobre o crescimento dos cabelos, apesar das complexidade das modificações endócrinas. Os estrógenos podem escurecer os cabelos durante a gravidez, da mesma forma que ocorre coma a pigmentação da pele. Já a perda de cabelo aumenta até o primeiro mês logo após o parto e, na maioria dos casos, até o quarto mês.

Estrias
As estrias são caracterizadas pelo afinamento do tecido conectivo e visualizadas na superfície da pele na forma de suaves linhas lineares de aparência atrófica, inicialmente avermelhada, passando a púrpura, até chegar a ficar totalmente branca, tornando a região sem vascularização.

As estrias surgem quando a pele é submetida a uma distensão excessiva, como ocorre durante a gravidez ou quando se engorda e emagrece rapidamente, onde as fibras elásticas e colagênicas do tecido conjuntivo da derme se rompem ou se distendem. O resultado é o aparecimento de linhas lineares dispostas de forma paralela entre si e perpendiculares às linhas de tração da pele.

Geralmente, se localizam nos seios, nádegas, pernas e quadris, abdome e membros superiores.

Celulite
As modificações da estrutura e funcionamento da pele que ocorrem na celulite são desencadeadas por hormônio feminino, o estrógeno. Ele liga-se às células através de receptores, provocando as alterações.

Nos vasos sanguíneos, ocorre uma diminuição da passagem do sangue, que aumenta a facilidade de saída do líquido (aumento da permeabilidade). As células de gordura aumentam de volume, dificultando também a circulação na região. Na derme, o colágeno e a substância fundamental (um tipo de gel viscoso, onde ficam imersas as fibras de colágeno e elásticas) são alterados pela cão do estrógeno, e passam a reter mais líquido, provocando um inchaço da derme. Isso dá origem ao aspecto de "casca de laranja".

Há, então, um círculo vicioso, que evolui para fibrose e esclerose (como uma cicatriz) em torno das células de gordura, formando lóbulos, que refletem na pele um aspecto "acolchoado".

Com informações da consultora na área de cosméticos, Rebeca Magalhães Nadaluti.
 

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias

Comentários

  • #1
    01/04/2010 09:58

    Gostei da materia

Deixe seu comentário

Bemzen Shop



© bemzen. Todos os direitos reservados.

Webroom Soluções Interativas