1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes

Saúde em risco: Estudo inédito revela que 72% dos pacientes internados nos hospitais não se alimentam corretamente

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Pesquisa mundial realizada pela primeira vez no Brasil com 25 hospitais, de 11 Estados, revela que 72% dos entrevistados não se alimentam corretamente no período de internação por motivos como o sabor da comida oferecida, perder horário da refeição por causa da realização de exames e falta de apetite

O Brasil foi palco pela primeira vez de um dos maiores estudos mundiais sobre nutrição. Realizado com 842 pacientes, em 25 hospitais públicos e privados, de 11 Estados brasileiros mais o Distrito Federal, a primeira edição do estudo NutriDia, coordenado no país pela Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral (SBNPE), revelou que 72% dos pacientes não consomem de forma correta a refeição oferecida pelo hospital no período de internação. "As principais razões apresentadas para a não consumação das refeições foram falta de apetite, ter perdido o horário da refeição, pois estava realizando algum exame ou cirurgia no momento, e não ter gostado do sabor da comida oferecida", destaca Maria Cristina Gonzalez, coordenadora do Nutridia Brasil.

No prontuário médico, 37,4% dos pacientes não tinham a avaliação quanto ao risco nutricional. "Entre os pacientes que apresentavam esta avaliação, 60,3% apresentavam-se em risco nutricional, ou seja, já estavam desnutridos ou tinham risco de desenvolver desnutrição durante sua internação. Em relação à perda de peso, 58,6% dos entrevistados referiram ter perdido peso nos últimos três meses, sendo que a maioria perdeu entre 2 a 3 kg ou não sabia informar quantos quilos havia perdido", ressalta José Spolidoro, presidente da SBNPE.

Realizado anualmente na Europa desde 2006, o Nutridia é feito atualmente em 27 países e tem como objetivo conscientizar os profissionais da saúde sobre a importância da alimentação adequada para o processo de recuperação do paciente e alertar sobre o alto número de desnutrição hospitalar, um dos principais fatores pelo aumento no tempo de internação, complicações e mortalidade. "Nossos problemas coincidem com os problemas encontrados em outros países. O resultado do estudo servirá para despertar a consciência dos profissionais de saúde em relação aos aspectos nutricionais do paciente", diz Spolidoro.

Risco de mortalidade 4 vezes maior - Algumas conclusões já puderam ser obtidas a partir das edições anteriores do Nutrition Day na Europa, tais como o aumento do tempo de internação hospitalar em 50% no caso de desenvolvimento de desnutrição associada à doença de base. Isto significa, em média, seis dias a mais de hospitalização e um aumento de quatro vezes no risco de mortalidade destes pacientes, em relação aos que não apresentam desnutrição durante sua internação hospitalar.

NutriDia: O conceito do NutriDia é que, em um único dia, tanto o paciente como o hospital sejam avaliados por meio de questionários padronizados. O paciente deve informar seu histórico nutricional e como está sua ingestão naquele dia. Da instituição, as informações são a respeito de como são manuseados os objetivos e cuidados nutricionais, assim como avaliar como foi a evolução daquele paciente 30 dias após a participação no estudo. Desta forma, não apenas se identifica o paciente desnutrido, mas também se avalia a causa da desnutrição durante a sua hospitalização, e o que acontecerá com este paciente desnutrido após o período de 30 dias.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

Bemzen Shop



© bemzen. Todos os direitos reservados.

Webroom Soluções Interativas