1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes

Yoga tibetana: Ativação dos chácras desconhecidos pela yoga avançada

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Se a gente pudesse contar quanto tempo já perdeu nesta vida se preocupando com detalhes insignificantes, nossos e de outras pessoas, gastando energia pensando em quem é banco, quem é preto, quem é amarelo ou azul, quem come manga, quem não come, quem faz sexo com quem, quem prefere isso ou aquilo? - fugindo de si mesmo! A cada pensamento, mesmo por segundos, grande quantidade de energia se vai e dependendo do seu pensando e dos comentários maldosos e fofoqueiros, a sua conta de karma negativo só cresce. Todo aparelho eletrônico devolve energia para a fonte. Assim também é com a energia emitida por uma pessoa que se preocupa demais com a vida alheia, imagina, cria histórias e espalha. Tudo volta para o criado, a fonte, em forma de lixo emocional. Além disso, todo esse lixo fica gravado na nossa memória celular. Como nada se perde, tudo só se transforma, isso poderá se reverter em doenças e desequilíbrios que só a memória celular sabe de onde veio, porque quando isso acontece você já esqueceu quem criou! É como gripe. Você sempre acha que pegou de alguém ou do vento, mas na verdade é uma reação de dentro para fora, isto é, são seus próprios desequilíbrios imunológicos que variam a cada milésimo de segundo.

Para uma pessoa que nunca se trabalhou, esse lixo passa a bloquear a força vital, os sentidos, a digestão física, as juntas, o favorecimento da criação de doenças e tumores, a perda da memória, obesidade, etc. Para quem mexe com energia, seja Reiki ou espiritismo, tudo o que foi dito acima é ativado com uma velocidade impressionante porque os corpos físico e sutil já são programados para reconhecer o fluxo energético devido à prática com energia. Dependendo do aspecto emocional da pessoa, a polaridade reage como uma faísca, um relâmpago: pensou ou falou, materializou. Músculos, nervos, tecidos e espaço entre eles recebem toda essa programação negativa. O circuito dos sete chácras principais recebe essa informação e distribui entre os meridianos, canais energéticos e corpos sutis. Esse circuito de chácras é muito mais avançado do que se imagina. A grande maioria dos livros não os menciona porque os autores não os conhecem.

Mesmo alguns mestres só conhecem os sete principais chácras, isto é, a nata que se forma no copo de leite. A maioria dos praticantes de Reiki não dá a menor importância ao estudo e desenvolvimento dos chácras e isso é um grande erro, atrelado à ignorância.

No Budismo Tibetano, pouco conhecido no país, as terapias têm fundo científico. Não há teoria sem explicação técnico-científica. Tudo o que não era substancial no Budismo Tibetano se perdeu no tempo. O que ficou é aquilo que é comprovado cientificamente. Os exercícios físicos para libertar os canais internos de comunicação de energia, conectados com chácras, são duros, pesados, secretos, disponíveis para monges e mais recentemente abertos a público especifico. Todos requerem exercícios físicos para sua ativação. Foi isso o que conheci em dez dias de treinamento em um mosteiro budista nas montanhas do Estado da Virgínia, EUA, através de quatro Lamas, um deles doutor em psicologia e autor de vários livros, o meu mestre Tenzin Rinpoche.

Você só tem idéia do peso daquele lixo quando começa a fazer os exercícios de Yoga avançada, que não é do conhecimento da grande maioria dos professores de Yoga, especialmente porque eles estão diretamente relacionados à meditação, recitação de mantas e cânticos em sânscrito. A respiração é utilizada para o desentupimento dos canais energéticos e despertar e abertura dos chácras. Com 52 anos e pouco ligado às práticas esportivas, o meu corpo doía muito. Nos três primeiros dias pensei que teria que desistir de tanta dor. No quarto dia, às sete da manhã, sentado de frente para o Sol, cheio de casacos de frio e tendo que seguir os instrutores, um grande besouro veio da mata, parou em frente aos meus olhos, disse a ele que não tinha medo dele e aí compreendi que ele estava ali com um propósito, o de desviar minha atenção da dor física através do equilíbrio mental. Sim, consegui. O besouro ficou mais de meia hora rondando a minha cabeça e eu esqueci a dor. Segui os instrutores e senti os estalos da abertura dos canais internos, a reação dos órgãos e vísceras, a elevação da temperatura ao ponto de retirar todos os casacos e ficar só de camiseta como se não houvesse frio.

Durante esses dias, a alimentação foi mínima e basicamente sopas e saladas. O corpo físico foi preenchido com um novo espaço energético. A sensação de rejuvenescimento é enorme e real. Não há truque, nem consumo de ervas alucinógenas, mesmo porque elas não atingem os corpos sutis e intoxicam o corpo físico. A ferramenta é a respiração. Do quinto dia em diante eu já era uma nova pessoa, talvez por já estar nesse caminho há muitos anos. Alguns dos colegas não conseguiram, embora estivessem lado a lado fazendo as mesmas práticas. Dava para perceber que eles continuavam voltados para as coisas pequenas do mundo, a preocupação excessiva com a vida das outras pessoas, a fuga de si mesmo, fofocas, mundo material. Meu corpo físico se livrou de alguns quilos. Compreendi que a prosperidade e a abundância estão diretamente relacionadas a essa limpeza de canais energéticos, os quais envolvem o físico, o mental, o emocional e o espiritual.

Isto é, a prosperidade e a abundância não acham você se você não tem o endereço correto nos seus corpos físicos, mentais, emocionais e espirituais. Por isso que algumas pessoas enriquecem da noite para o dia e perdem tudo também da noite para o dia. A força vital é uma chave sagrada, bela e cristalina que necessita um corpo direcionado ao sagrado, à beleza da vida e a nitidez da mente.

José Joacir dos Santos é psicólogo e mestre Reiki
jjoacir@gmail.com

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

Bemzen Shop



© bemzen. Todos os direitos reservados.

Webroom Soluções Interativas