1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário
  12. Peixes

MOTO CONTÍNUO: A dança e sua interpretação científica através da Física

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

A Física moderna demonstrou através dos resultados das pesquisas da Física Quântica, que não são somente as mudanças das estações ou o nascimento e morte de todas as criaturas, que caracterizam esta constante mudança, mas revelou que morte e renascimento é a verdadeira essência da matéria inorgânica. Todas as interações entre as partes constituintes da matéria ocorrem através da emissão e absorção de partículas virtuais. Além do mais, a dança da criação e destruição é a própria base da existência da matéria, pois todas as partículas interagem pela emissão e reabsorção virtual de partículas.

A Física Moderna não provou somente que cada partícula sub-atômica executa uma dança de energia, mas é essa própria dança, pulsando no processo de criação-destruição, cujos padrões são partes essenciais na determinação das propriedades de cada elemento. (Ler o Tao da Física de Fritjof Capra).

Portal de dois mundos
Tanto a arquitetura dos templos hindus, quanto as imagens religiosas hindus, eram codificadas em livros de textos védicos, com todos os seus aspectos simbólicos, correspondendo a algum aspecto do cosmos. O simbolismo do microcosmos espelhando o macrocosmos era muito forte nos tempos Védicos. Estes princípios mais tarde foram também aplicados para as igrejas medievais. O lugar sagrado era espelho da estrutura do universo. Neste aspecto, é muito comum termos uma complexidade de formas, histórias, batalhas, e seres representados no lado externo dos templos, enquanto que nos espaços internos há o vazio, a simplicidade e o silêncio. Os lugares sagrados eram os espaços onde o homem comunicava-se com as divindades. Os portais entre dois mundos.

Assim também, podemos entender o nosso corpo como um microcosmo, relacionado com o macrocosmos. Foram os adeptos do Tantrismo que iniciaram esta visão do universo, e que também que inauguram um nova atitude em relação ao corpo humano e a existência corporal em geral. No tantrismo o corpo adquire uma importância nunca atingida na história espiritual da Índia. Segundo Mircea Eliade: "Sem um corpo , como é que o supremo objetivo humano pode ser alcançado? Portanto, depois de adquirir uma moradia corporal, devemos desenvolver ações de mérito", práticas espirituais que transformarão nosso corpo em um corpo de luz, assim tenderemos a participar da dança universal, descobrindo a própria essência da vida através da alegria básica do Universo.

*Doucy Douek - é Psicóloga Clínica, pioneira da Psicologia Transpessoal, treinadora e facilitadora de Respiração Holotrópica. Criadora do método de pesquisa do inconsciente: A Essência do Movimento.

  • Envie este link a um amigo
  • Compartilhe em: Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut

Outras Notícias

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

Bemzen Shop



© bemzen. Todos os direitos reservados.

Webroom Soluções Interativas